quarta-feira, 21 de agosto de 2019

Proposta para urbanizar Praça de Alimentação no Maiobão é apresentada pelo Governo do Estado

Reunião para tratar da ampliação e urbanização da Praça de Alimentação
Representantes dos donos de barracas que comercializam lanches em uma área ao lado do Centro de Ensino Domingos Vieira Filho, na Estrada de Ribamar, reuniram-se para acompanhar a apresentação da concepção de projeto de Ampliação e Urbanização da Praça de Alimentação da Avenida 13. A ação é de iniciativa do Governo do Estado, por meio da Agência Executiva Metropolitana (AGEM).


Localizada na MA-201, em Paço do Lumiar, a Praça de Alimentação atualmente ocupa um espaço pertencente ao CE Domingos Vieira Filho, que cedeu esta área para tal funcionalidade. As lanchonetes existentes no local não dispõem de padronização de espaço ou tamanho. Outro problema é a pavimentação, que necessita de reparos em toda sua extensão. O calçamento está deteriorado, sem definição, por falta de meio fio em boa parte do passeio. Não há estacionamento, o que faz com que parte da área da própria praça seja utilizada por veículos e motocicletas. “Há uma série de problemas identificados por nossos técnicos. Com base neste levantamento, e de acordo com as demandas dos comerciantes e moradores, elaboramos essa concepção de projeto”, afirma o presidente da AGEM, Lívio Jonas Mendonça Corrêa.

O presidente da AGEM, Lívio Jonas Mendonça Corrêa 
A proposta de urbanização da praça prevê a reforma de todo o calçamento com piso em concreto, recuperação do passeio e meio-fio, definição de 13 espaços padronizados para a instalação de trailers, construção de três banheiros, sendo um masculino, um feminino e um para Pessoas Com Deficiência (PCD). A concepção de projeto também contempla novos canteiros com áreas verdes, plantio de novas árvores, bancos fixos em concreto, vagas de estacionamento para veículos e motos, ponto para moto-táxi, espaço livre para a alimentação, recreação e lazer, além de acessibilidade com piso tátil e rampas. Ao todo, uma área construída de 1.019m². “É importante ressaltar que o projeto segue as delimitações do espaço cedido pelo Centro de Ensino Domingos Vieira Filho para a comunidade”, acrescenta Lívio Corrêa.

Para o presidente da AGEM, a concepção de um novo espaço público modernamente projetado estabelece a valorização de todo o seu entorno, proporcionando uma nova funcionalidade ao local. “Isso, consequentemente, gera uma melhor qualidade de vida aos moradores daquela área”, acrescenta Lívio.

Audiência 

Além da apresentação para os comerciantes, a concepção do projeto de Ampliação e Urbanização da Praça de Alimentação da Avenida 13 será apresentada como proposta em audiência pública na Vara de Interesses Difusos e Coletivos, que acontece no próximo dia 27 deste mês. “O Estado foi convidado para avaliar a possibilidade de auxiliar na solução do problema da Praça. Daí foi desenvolvido este projeto. Caso seja aprovado, o Estado, então, poderá entrar como parceiro”, finaliza Lívio Corrêa.





Nenhum comentário:

Postar um comentário