quarta-feira, 5 de junho de 2019

Denúncias apontam para suposto envolvimento de Fred Campos nas suspeitas de fraude em concurso público

O Ministério Público do Maranhão através, da 1ª Promotoria de Justiça de Paço do Lumiar, começou a avançar nas investigações de denúncias feitas em relação aos concursos dos Municípios de Raposa e Paço do Lumiar, na região Metropolitana de São Luís. Nesses dois certames, por incrível que pareça, segundo fontes, a investigação não visa os gestores municipais, mas o próprio Instituto Machado de Assis, e pessoas envolvidas ligadas às lideranças políticas que têm influência no município de Raposa e pretensões políticas em Paço do Lumiar. 

A denúncia ao Ministério Público foi feita por candidatos que participaram do certame, entre os documentos entregues ao MP, há uma relação dos nomes dos possíveis candidatos classificados e aprovados, de forma suspeita e irregular, que indiciam possível fraude via acordo político.

Nota-se, inclusive, que foram constatados através de ligações (fotos, registros TSE, relações, parentesco etc.) centenas de lideranças e o mais intrigante: cidadãos próximo a esses políticos passaram nesses concursos. Ou seja, há um elo entres os "aprovados" e um grupo político que tem pretensões políticas em Paço do Lumiar.

Com a suspeita de fraude no concurso, o vereador Apolinario dos Santos Paiva Neto (PV), mas conhecido como “Puluca” também questionou o resultado do concurso. Se a fraude for confirmada, milhares de pessoas terão sido prejudicadas. Apenas o concurso de Paço do Lumiar teve mais de 60 mil candidatos.

Acompanhe o vídeo

Por enquanto, a denúncia não chegou oficialmente a Câmara de Vereadores de Paço do Lumiar, mas de acordo com informações o presidente da casa espera que a investigação seja rápida e completa para poder discutir o assunto em plenário.

O blog do Rilton Silva teve acesso aos documentos protocolados no Ministério Público, ás denúncias apontam o suposto envolvimento do pré-candidato a prefeito em Paço do Lumiar, Fred Campos (PRB) nas possíveis irregularidades. Em contato via WhatsAppp, Campos ficou de se manifestar a respeito das denúncias que envolve seu nome.



Para não prejudicar as investigações que estão em andamento na 1ª Promotoria de Justiça de Paço do Lumiar, o blog absteve de publicar os demais documentos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário