quarta-feira, 15 de agosto de 2018

Produtores recebem certificado do negócio certo rural, em Paço do Lumiar

Pequenos produtores rurais e agricultores familiares participaram na manhã desta terça-feira, 14, da entrega dos certificados do programa Negócio Certo Rural. O programa é uma parceria entre o Sebrae, o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar) e a Prefeitura de Paço do Lumiar, por meio da Secretaria Municipal de Agricultura, Pesca e Abastecimento (Semapa). A reunião para entrega dos certificados foi realizada no Salão Paroquial da Igreja Nossa Senhora da Luz, na sede de Paço do Lumiar.

O programa Negócio Certo Rural é um programa gratuito de capacitação em planejamento e administração voltado para pequenos produtores rurais e suas famílias. Com ferramentas simples de gestão eles aprendem a desenvolver e melhor administrar a pequena propriedade rural.

O programa foi lançado em Paço do Lumiar em março e agora, cinco meses depois, estamos tenho a grata satisfação de entregar os certificados aos alunos. Durante o curso, estes pequenos produtores aprenderam formas de melhor administrar e ampliar seus negócios e também implantar novas atividades”, explicou o secretário municipal de Agricultura, Raimundo João Filho.

Para o pequeno produtor rural Luiz Alves Batista, de 86 anos, o certificado é uma vitória e a certeza de que quando a pessoa quer algo, consegue. “Eu poderia ter inventado desculpas e não vir para as aulas. Mas eu vim. Aprendi e agora vou tentar melhorar minha criação e minha plantação, principalmente combatendo as pragas, os insetos que trazem muito prejuízo”, explicou o produtor rural.

Presentes no evento a vice-prefeito de Paço do Lumiar, Maria Paula Azevedo; a coordenadora estadual de Agronegócios e Desenvolvimento Territorial do Sebrae no Maranhão, Larissa Leite; o presidente do Senar/MA, Raimundo Coelho, e o gerente de Negócios Carlos Antônio, entre outros convidados.

Saiba Mais

O curso teve 40 horas de treinamento e 6 horas de consultorias nas propriedades. A carga horária foi dividida em cinco encontros, com intervalos de uma semana. As tarefas práticas envolveram a realização do diagnóstico da propriedade, identificação de novas ideias de negócio a partir de sua realidade e das potencialidades da região, além de busca de informações para avaliar e elaborar um plano de negócios.

Nenhum comentário:

Postar um comentário