segunda-feira, 26 de fevereiro de 2018

Mulher esfaqueada 18 vezes pelo ex-companheiro no bairro do Maiobão, está na UTI.


Continua internada e sedada, na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Clementino Moura (Socorrão II), uma mulher golpeada com 18 facadas pelo ex-companheiro dentro de casa. O crime aconteceu na última sexta-feira (23), no bairro do Maiobão, em Paço do Lumiar.

Gislene Araújo Silva, de 37 anos, foi levada ao hospital após os vizinhos ouvirem gritos e pedidos de socorro. O principal suspeito da tentativa de feminicídio é Gutemberg Matos Bezerra, que está foragido.

A família só conseguiu registrar o boletim de ocorrência na noite de sábado (24), e o local do crime não tinha passado por perícia até a tarde de sábado. A faca usada pelo suspeito, também, permanecia na residência de Gislene.

Segundo investigações do Departamento de Combate ao Feminicídio do Maranhão, o autor do crime teria tentado manter a vítima desacordada utilizando substância semelhante a amoníaco.

À Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP) informou que a Polícia Militar do Maranhão (PMMA) foi acionada logo após o crime e realizou diligências para efetuar a prisão do suspeito.

Ainda segundo a SSP, o Departamento de Feminicídio acompanha o caso e orientou a família, ainda na noite do crime, a efetuar os procedimentos para o registro da ocorrência o mais rápido possível. Além disso, disse que a Delegacia Especial da Mulher adotou as primeiras providências de investigação ainda na sexta-feira (23).

Nota de Repúdio


A Prefeitura de Paço do Lumiar, por meio do prefeito Domingos Dutra, da secretária de Administração e primeira-dama do Município, Núbia Feitosa, e da Secretaria Extraordinária da Mulher, vem a público manifestar o mais profundo sentimento de repúdio ao caso de tentativa de feminicídio, ocorrido na noite de sexta-feira (23), no bairro Maiobão, e informar que dará todo o apoio necessário à vítima e à sua família.

Girlene Araújo, 37 anos, residente no Maiobão, em Paço do Lumiar, recebeu 18 facadas e está em estado grave na UTI do Socorrão II. A tentativa de homicídio foi cometida pelo ex-marido, identificado como Gutemberg Matos Bezerra, que, covardemente, atacou Girlene dentro da residência da vítima por não aceitar a separação, ocorrida há dois anos. Ela já havia denunciado o ex-marido por agressões constantes e tinha medida protetiva da Justiça. Os dois têm um filho adolescente.

A Prefeitura de Paço do Lumiar se solidariza com os familiares da vítima e pede que as providências para a prisão e punição do criminoso, que se encontra foragido, sejam tomadas. Também lamenta que casos como esse ainda continuem tão frequentes, como o ocorrido com a secretária de Administração, Núbia Feitosa, que levou três tiros ao tentar evitar a violência contra uma mulher e hoje vive ameaçada. Estes atos são frutos de uma cultura machista que coloca as mulheres como seres submissos, que devem estar sob a posse dos homens. Reforça ainda que encara esses fatos com total indignação e está empenhada em fortalecer um movimento para que mais mulheres não tenham suas vidas ameaçadas por conta desse machismo enraizado que machuca, fere e mata.

Nenhum comentário:

Postar um comentário