sexta-feira, 3 de novembro de 2017

Prefeitura de Paço do Lumiar decreta luto oficial de três dias pela morte da menina Alanna Ludmila.

A prefeitura disponibilizou a escola UEB Marly Sarney para o velório e providenciou o sepultamento no cemitério Pax, na Maioba

A Prefeitura de Paço do Lumiar lamenta profundamente e se solidariza com a família da menina Alanna Ludmila, 10 anos, moradora do Conjunto Maiobão, cujo corpo foi encontrado na manhã desta sexta-feira, 3, escondido sob telhas, entulho e restos de material de construção no quintal da sua casa. A Prefeitura decretou luto oficial de três dias no município.

A Prefeitura lamenta também que casos de abuso contra crianças, chegando ao extremo de assassinato, venham se repetindo com frequência. E constata que, infelizmente, é um fato que escapa de qualquer medida preventiva de segurança pública porque ocorre intramuros, envolvendo familiares.

A Prefeitura informa que desde o início da manhã de ontem, o prefeito Domingos Dutra e os secretários municipais de Educação, Saúde, Desenvolvimento Social e Infraestrutura estão dando todo o apoio material e psicológico necessário à família, e também às autoridades policiais envolvidas nas investigações. A Prefeitura disponibilizou equipe de médicos, psicólogos e advogados. Também disponibilizou a escola UEB Marly Sarney para o velório e providenciou o sepultamento no cemitério Pax, na Maioba.

Todo o aparelho de segurança estadual continua empenhado na investigação do caso para localizar e prender o autor do assassinato. A Prefeitura acompanha a continuidade das diligências e aguarda o desfecho com a prisão do responsável por esse ato bárbaro que chocou não só a população luminense, mas toda a sociedade maranhense.

Nenhum comentário:

Postar um comentário