quarta-feira, 30 de agosto de 2017

População se irrita com protesto dos motoristas de carro a lotação na estrada de Ribamar.

O protesto realizado na manhã desta terça-feira (29) na estrada de Ribamar, pelos motoristas do sistema de transporte popular conhecido como “carro-lotação” ou “táxi-lotação”, não contou com a aprovação de grande parte da população luminense que se manifestaram através das redes sociais, contra atitude de interdição da MA-201, em frente ao Supermercado Mateus.

Reivindicando a regulamentação da atividade e pedindo que pare a perseguição aos profissionais que atuam na área, os motoristas de carro a lotação, alegam que estão passando por apreensão irregular de carros e interrupção da atividade no município de Paço do Lumiar, que atualmente conta com três cooperativas e, com elas, mais de 100 motoristas trabalhando no ramo. Por conta disso, decidiram interditar uma parte da estrada de Ribamar, em protesto. Porém, a medida não foi bem vista pela população que criticou duramente a ação das cooperativas paralisando o trânsito, e causando transtornos a quem precisa trafegar pelo local.

As criticas de populares, contra a interdição da MA-201 e a melhoria na prestação de serviços dos carro-lotação, incomodou muito os representantes das cooperativas.

O presidente do Conselho Fiscal da COOPERTRANS do bairro da Vila São José, João Neto chegou a desdenhar nas redes sociais dos usuários que utilizam o sistema de transporte diariamente. No comentário, ele afirma que as criticas de populares são sem noção, e que não influencia absolutamente em nada, nas cooperativas de carro a lotação.

Em nota, a Secretaria de Estado de Segurança Pública (SSP) afirmou que responsabilidade de fiscalizar a circulação de veículos em rodovias estaduais, como a MA 201, é atribuída àCompanhia de Polícia Rodoviária Militar Independente (CPRV Ind). “Cabe à companhia fiscalizar os veículos e proceder a verificação de acordo com as determinações do Código de TrânsitoBrasileiro. Se os veículos e/ou condutores apresentarem irregularidades serão devidamente multados e os veículos apreendidos, conforme determina o CTB”, aponta a nota.

Nenhum comentário:

Postar um comentário