terça-feira, 15 de agosto de 2017

Justiça Federal recebe denúncia contra os ex-prefeitos Arôso, em Paço do Lumiar.

Os ex-prefeitos de Paço do Lumiar, Gilberto Arôso e Bia Arôso são acusados pelo furto de R$ 736.484,80 de verba destinada pela Funasa ao município





A Justiça Federal recebeu denúncia contra os ex-prefeitos de Paço do Lumiar, Gilberto Arôso (PMDB) e Bia Arôso (PV), por violação aos princípios administrativos.

A decisão foi tomada na semana passada, pelo magistrado Clodomir Sebastião Reis, da 3ª Vara Civil da Seção Judiciária do Maranhão.

Segundo os autos, eles são acusados pelo Ministério Público Federal (MPF) de haverem deixado de prestar contas de R$ 736.484,80 enviados pela Fundação Nacional de Saúde (Funasa), por meio de dois convênios, para a implantação de melhorias sanitárias em domicílios do município. Desse valor, R$ 513.290,83 teriam sido escamoteados por Aroso; e R$ 233.193,97 por Bia.

(...) diante da existência de elementos mínimos apontando a prática de suposto ato ímprobo, impõe-se o recebimento da inicial. (...) Ante o exposto, RECEBO A PETIÇÃO INICIAL, determinando a citação dos requeridos, na forma do artigo 17, § 9º, da Lei nº 8.429/1992”, despachou Clodomir Reis.

Dentre as penalidades solicitadas pelo Parquet aos ex-prefeitos de Paço do Lumiar estão: a perda da função pública, suspensão dos direitos políticos e o ressarcimento integral do dano causado ao patrimônio público.

Clique aqui, e leia o processo na integra

Nenhum comentário:

Postar um comentário