sábado, 29 de abril de 2017

Pseudo-Liderança que obstruí vias e queima pneus nas ruas, é na verdade um ex-presidiário que foi expulso da Polícia por roubo a banco e envolvimento em vários outros crimes.

Paulo Sampaio, vulgo Paulo Crânio
O ex-presidiário Paulo Sergio Sampaio Mendes, vulgo "Paulo Crânio", que foi expulso da Polícia Militar por assalto a banco, condenado pela justiça e atual assessor informal do presidente da Câmara Municipal de Paço do Lumiar, Marinho do Paço (PROS), foi barrado pela Polícia Militar na reunião realizada no Cepam II no Maiobão. 

O assessor tentou fazer uma manobra com os invasores da área onde será construído o IEMA - Instituto de Educação do Maranhão. Foi impedido de entrar por 2 motivos. Por não fazer parte da comunidade, e pela sua ficha criminal extensa.

Paulo Crânio, é o articulador a mando de Marinho do Paço, das autuais interrupções de vias públicas, e manifestações na frente da Câmara, toda vez que tem sessão para apreciação dos projetos do prefeito Domingos Dutra (PCdoB).

Com essas manifestações, previamente articuladas pelo vereador Marinho, de forma unilateral e autoritária, suspende as sessões da Câmara, como aconteceu na última terça-feira, com uma comissão dos invasores do terreno do IEMA (clique e reveja)

Na manhã desta quinta-feira (27), Paulo Crânio articulou a obstrução da MA-201 com os invasores, que inclusive levaram crianças para forçar o Governo do Estado, a garantir a permanência das pessoas onde será construída uma grande escola profissionalizante para os estudantes de Paço do Lumiar. Para evitar a violência, a secretaria de Direitos Humanos esteve envolvida nessa ação, juntamente com o poder público municipal. O secretário de Desenvolvimento Social, Nauber Braga, e o de Infraestrutura, Pádua Nazareno, contribuíram para a desobstrução da via, numa negociação exitosa no Cepam II.

O Governo do Estado, vai construir a maior instituição de educação técnica do Maranhão. O secretário de Direitos Humanos, Chico Gonçalves, já identificou 44 famílias que precisam de alugueis sociais. O prefeito Dutra, sugeriu uma negociação com a Caixa Econômica, e o Banco do Brasil, para que 44 residências do empreendimento Jardim Primavera I e II garantam a moradia dessas famílias.

No entanto, Paulo Crânio, Marinho do Paço, Gilberto Aroso e o deputado Souza Neto, usam essas famílias para objetivos políticos, de atacar o governador Flávio Dino e o prefeito Domingos Dutra. Lamentável. 

Outros crimes envolvendo Paulo Sampaio, vulgo Paulo Crânio

Paulo Crânio envolvido no roubo de R$ 90.000
Agentes da Delegacia Estadual de Investigações Criminais (Deic) prenderam no dia 24/08/2007, no Rio Poty Hotel, o ex-policial militar, Paulo Sérgio Sampaio Mendes, vulgo Paulo Crânio, acusado de assaltar o prefeito do município de Cachoeira Grande, Chico Barbosa. O assalto ocorreu em meados de março de 2007, na porta da residência de Barbosa, no bairro do Maiobão, de onde levaram a quantia de R$ 90.000 que seria utilizada para realizar pagamentos da prefeitura (clique aqui e veja a matéria na integra).

Veja os processos que Paulo Crânio responde na Justiça









Nenhum comentário:

Postar um comentário