sexta-feira, 11 de novembro de 2016

Ruas do Sítio São Raimundo, na Forquilha, são asfaltadas.

A pavimentação das ruas do Sítio São Raimundo já está em fase final. O serviço é parte do projeto de requalificação da região da Forquilha, em São Luís, realizado pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria de Infraestrutura (Sinfra). O bairro fica entre a Estrada de Ribamar (MA-201) e a Estrada da Maioba (MA-202), na área conhecida como Forquilhinha e suas ruas servem de ligação entre as duas rodovias. Além da pavimentação, a Sinfra realizou serviços de drenagem no bairro, o que vai acabar com os alagamentos que provocavam muitos transtornos à população.

A fase final das obras é a pavimentação, que começou pelas travessas e, esta semana chegou à Rua Projetada II. A Forquilha é uma das áreas de tráfego mais intenso na Região Metropolitana da Grande São Luís e o projeto tornar o trânsito mais rápido no local, com um novo traçado geométrico na rotatória da Forquilha – na Avenida Guajajara – além de implantação de rede de drenagem e requalificação de ruas para criar novas rotas para os motoristas, evitando, assim, os congestionamentos.

O investimento nesse projeto, no valor de R$ 8,4 milhões, está levando serviços de drenagem, pavimentação, requalificação e sinalização para 11 ruas. E não serão apenas os moradores da área que vão ser beneficiados. “A Forquilha é a mais importante ligação entre os municípios de São Luís, São José de Ribamar e Paço do Lumiar, utilizada diariamente por milhares de pessoas, que criam um fluxo pesado de trânsito. Com as modificações e a criação de novas rotas, vamos dar mais mobilidade a quem passa pela região diariamente”, explica o secretário de Estado de Infraestrutura, Clayton Noleto.

O técnico em mecânica Samuel Carlos, que mora na Travessa 3 do Sítio São Raimundo, lembra que o bairro estava em péssimas condições antes das obras. “A rua, antes, era uma situação de calamidade, era muita lama de esgoto, criança não tinha como brincar na rua e agora tem, tá ficando muito boa agora com esse serviço”, afirma.


Nenhum comentário:

Postar um comentário