quinta-feira, 24 de novembro de 2016

Paço do Lumiar define data da audiência pública para apresentação do Plano de Segurança Alimentar.

Será realizada, no próximo dia 12 de dezembro, no Auditório da Faculdade IESF, no Maiobão, a Audiência Pública, para apreciação do Plano Municipal de Segurança Alimentar e Nutricional.

O Plano Municipal teve o envolvimento de 5 (cinco) Secretarias Municipais, representantes do Poder Público, COMSEA e da Sociedade Civil em sua criação. 

Seguindo as diretrizes do Plano Nacional, o documento contextualiza o que há no Município e define ações a serem realizadas para fomentar a política publica de segurança alimentar nutricional. 

O principal objetivo da elaboração e execução do Plano, é incentivar e oferecer uma alimentação saudável, adequada e suficiente para a população como forma de incentivo à saúde preventiva.

A apreciação do Plano na audiência será feita pela coordenação técnica da comissão que elaborou o documento, formada por servidores do Município. 

Para a Engenheira Agrônoma, Tatiana Trovão, "A ação é intersetorial e passa por diversos segmentos e políticas públicas, o plano engloba muitos setores, tanto a parte de segurança alimentar quanto a de qualidade de vida. A intenção é distribuir para a população o alimentdo em quantidade e qualidade suficiente, nutricionalmente equilibrado, todo o processo de produção, distribuição e inclusive educação alimentar, entre os setores envolvidos que trabalham em cadeia no Município com os objetivos do Plano, desde a área de produção dos alimentos, incentivada para a agricultura familiar por meio da Secretaria de Agricultura Pesca e Abastecimento, com programas específicos de produção, capacitações, entre outros. 

O Plano envolve desde a questão da água utilizada, a agroecologia, a produção de alimentos orgânicos, a geração de renda por meio da comercialização no programa sociais e muitos outros. Estas ações também contam com o apoio dos Governos Estadual e Federal" afirmou Tatiana.

Já o preparo e oferecimento de alimentos afirma a nutricionista Rosario Soares. "O objetivo é atuar, cumprindo as metas do Plano, para a população que necessita da educação nutricional e dos usuários do sistema. Isso engloba a distribuição para escolas e todos os projetos sociais existentes no Município”.

A educação nutricional também é trabalhada nos atendimentos das Secretarias de Assistência Social, Agricultura, Infraestrutura, Educacão e Saúde, atividades e projetos de demais Secretarias como Esporte e Lazer, Juventude, Política para Mulheres, Cultura, Meio Ambiente, entre outros. “Cada um com seu envolvimento, mas todos com o pensamento de se fornecer um alimento de qualidade e quantidade suficiente e nutricionalmente balanceado e estimular a educação alimentar”, ressaltou o secretário de Agricultura e Presidente da Caisan no Município, Rodrigo Costa.

Anualmente o documento passará por avaliações e revisão para verificar se ele está sendo cumprido e se há necessidade de alterações para se adequar conforme a realidade do Município. 

O Plano Municipal de Segurança Alimentar Nutricional será disponibilizado para a população e para as Secretarias envolvidas, para que se dê a execução das ações. “A população poderá acessar o Plano no site da Prefeitura (http://www.pacodolumiar.ma.gov.br/), e verificar a ação e qual a secretaria que irá desenvolver, para estar ciente onde ela pode buscar a informação”, disse Rodrigo.

Alimentação na saúde preventiva

A proposta do Plano Municipal de Segurança Alimentar e Nutricional é que, por meio do oferecimento da educação nutricional e do oferecimento de alimentos em qualidade e qualidade adequados possa proporcionar e incentivar à população Luminense a prática da saúde preventiva. “ temos que ter a convicção que os fast foods e industrializados não fazem parte de uma alimentação saudável. Como todos sabem, não é positivo. É importante sensibilizar a sociedade de que é preciso uma produção, um preparo e alimento mais saudável para garantir a própria saúde”, comentou a a Presidenta do COMSEA, Rosinélia Ribeiro.

Ela destacou que, quando se há uma alimentação adequada, é possível aumentar a imunidade, e eliminar o risco de doenças pelo fortalecimento do corpo através dos nutrientes. “Da mesma forma, a alimentação adequada pode interferir, tratar e diminuir os problemas de doenças como desnutrição, obesidade, hipertensão, tipos de diabetes, doenças de micro-nutrientes, colesterol, anemias, entre outros”, afirmou Rosinélia.

Paço do Lumiar como destaque na política de Segurança Alimentar

Mais uma vez, o Município se destaca por realizar uma ação como a elaboração do Plano, principalmente por envolver tantos segmentos. “Se tornou uma necessidade do Município criar o Plano, até mesmo para ingressar no Sistema Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional (SISAN)”, afirmou o nutricionista e técnico da comissão de elaboração do Plano Municipal de Segurança Alimentar e Nutricional e e Coordenador Municipal de Segurança Alimentar e Nutricional e Inclusão Produtiva, Raul Amate.

Segundo ele, Paço já é referência no Estado por ter alavancando o trabalho com o pequeno produtor familiar. “A elaboração do Plano só veio fortalecer isso ainda mais. A nossa atuação começa na qualidade da água utilizada na produção até o prato usuários que recebem os alimentos e esse grande trabalho atua na saúde preventiva através da alimentação, que alinhada a boas práticas, melhoram a qualidade de vida da população”, comentou Raul. 

O gestor municipal ainda destacou que a alimentação adequada é um direito primordial do ser humano. “Cabe ao Poder Público adotar as políticas e ações que se façam necessárias para respeitar, proteger, promover e prover o direito humano à alimentação adequada e segurança alimentar e nutricional de toda a população”, disse o Prefeito Josemar Sobreiro.

EQUIPE TÉCNICA DE ELABORAÇAO
  • Rodrigo Costa - Secretario e Presidente da Caisan
  • Adriana Barroso - Nutricionista 
  • Lilian Flavia - Agente Administrativo 
  • Rosario Soares - Nutricionista 
  • Rafaella Muniz - Nutricionista 
  • Raul Amate - Nutricionista 
  • Tatiana Trovão - Engenheira Agronoma
  • Rosinélia Ribeiro - COMSEA
  • Antonio de Souza - COMSEA

Nenhum comentário:

Postar um comentário