quinta-feira, 29 de setembro de 2016

Vídeo: Facções criminosas voltam a incendiar ônibus do transporte coletivo em São Luís.

Os ataques estão partindo do complexo penitenciário de Pedrinhas, pelos lideres das facções 

Ônibus incendiado no Recanto do Vinhais 
Agora à noite, por volta das 20h, deu inicio uma série de ataques a ônibus na região metropolitana de São Luis. De acordo com informações da polícia, há pelo menos três veículos completamente queimados, sendo um no bairro da Forquilha, um no bairro do Recanto do Vinhais e outro no bairro do Angelim. Outras cinco tentativas de ataques criminosos nos bairros, Jardim Tropical, Vila Industrial, Parque dos Nobres, Vila Isabel Cafeteira, Altos do Turu e Santa Efigênia ainda estão sendo apuradas pela polícia.

O Sindicato dos Trabalhadores do Transporte Rodoviário do Maranhão (Sttrema), recolheram os ônibus das ruas por volta das 21h desta quinta-feira. Segundo a SSP-MA, a ordem para execução dos ataques pode ter vindo de dentro do Complexo Penitenciário de Pedrinhas.




O Governo do Maranhão, por meio de uma nota da Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP), reiterou a luta sem tréguas à violência perpetrada pelos ataques desta noite. E que não cederão as chantagens de facções criminosas que querem a volta a um passado recente.

Tropas federais serão enviadas para estado, a pedido do governador Flávio Dino, para juntar-se aos 7.500 homens que atuarão nos próximos dias para impedir que facções criminosas tentem tumultuar as eleições.

Segundo SSP-MA, já foram detidos 23 suspeitos dos ataques desta noite, sem o registro de qualquer vítima. A SSP destaca que as Forças de Segurança Pública estão atuando permanentemente para coibir tais práticas. Para tanto, estratégias foram definidas e ações de policiamento ostensivo e preventivo estão acontecendo em toda a região metropolitana de São Luís, com atenção aos pontos mais críticos. As Polícias Civil e Militar permanecem nas ruas por tempo indeterminado para assegurar que todos os suspeitos sejam presos e punidos no rigor na lei.

A SSP orienta que os cidadãos repassem informações que ajudem a polícia no combate ao crime por meio do número do aplicativo Whatsapp (98) 9.9163.4899 e pelo aplicativo “Byzu”, compatível com todos os sistemas operacionais.



Nenhum comentário:

Postar um comentário