terça-feira, 27 de setembro de 2016

VERGONHA! Sobre pressão popular, TRE mesmo assim libera a candidatura de Gilberto Arôso.

Gilberto Arôso
Na tarde desta terça-feira (27), portando faixas e cartazes e tendo como destaque um personagem fantasiado de presidiário, dezenas de eleitores de Paço do Lumiar concentram-se, na tarde desta terça-feira, em frente ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE-MA), para pedir a cassação do registro da candidatura de Gilberto Arôso (PRB) a prefeito do município. O procurador regional eleitoral, Thiago Ferreira de Oliveira, já havia emitido parecer em que recomenda o indeferimento do registro do ex-prefeito.

A intenção dos manifestantes era pressionar a corte eleitoral a indeferir a candidatura de Arôso, condenado por frustrar licitação e por falsificar documento público e preso, em março deste ano, no Complexo Penitenciário de Pedrinhas.

Personagem fantasiado de presidiário foi destaque no protesto contra Gilberto Aroso (Foto: De Jesus/O Estado)
Gilberto se mantinha na disputa amparado por um recurso suspensivo concedido pelo desembargador Jorge Rachid, então no exercício da presidência do Tribunal de Justiça do Maranhão.

Porém, o Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão (TRE-MA), decidiu pelo deferimento do registro de candidatura de Gilberto Arôso (PRB) a prefeito de Paço do Lumiar.

Votaram a favor do registro de candidatura de Gilberto, os juízes eleitorais: Sebastião Bonfim, Eduardo Moreira e o desembargador Raimundo Barros. Contra o Arôso votou apenas a juíza Kátia Coelho.

A decisão foi tomada por 3 votos a 1, contra entendimento do Ministério Público Federal (MPF), que havia opinado pelo indeferimento.

Veja a decisão do MPF contra a candidatura de Gilberto Arôso em Paço

Veja o parecer do Ministério Público Federal na integra

Nenhum comentário:

Postar um comentário