quarta-feira, 20 de julho de 2016

Eleições 2016: Presidente do PRP trai prefeito Josemar Sobreiro em Paço do Lumiar.

Miguel Ângelo chegou a assumir a vaga de vereador em articulação feita pelo próprio prefeito. Mas nem isso, foi o suficiente para o suplente de vereador enfiar uma faca nas costa de Josemar Sobreiro
Para o prefeito Josemar Sobreiro (PSDB), a notícia oficializada pelo ex-secretário adjunto de educação de seu governo e suplente de vereador Miguel Ângelo (PRP), que não faz parte mais da base de apoio a sua reeleição, não foi novidade, a muito tempo a notícia é dada nos bastidores políticos da cidade. Não só dele, mais de outros que tiraram benefícios do governo para favorecimento próprio.

Miguel Ângelo que conseguiu o controle municipal do PRP em Paço do Lumiar, através do prefeito deu um golpe fatal em Josemar Sobreiro, e também no grupo de pré-candidatos a vereadores da legenda. O suplente de vereador oficializou apoio ao ex-prefeito Gilberto Arôso (PRB) condenado da Justiça, que cumpria pena no complexo penitenciário de Pedrinhas. 

A noticia gerou revolta no grupo de pré-candidatos a vereadores da legenda que serão obrigados, a seguir as ordens de Miguel.  

O período que vivenciamos é propício para falarmos de traição na política. Traidor não tem ideologia. Geralmente age para defender seus próprios interesses. No início, costuma ser bajulador para conseguir o que deseja. Faz de tudo para agradar quem está de plantão no poder. De direita ou de esquerda, o traidor/bajulador fará questão de incensar o mandatário plantonista. Governos terminam e iniciam, mas ele estará sempre numa boa. Faz parte do jogo político em Paço do Lumiar.

O prefeito Josemar Sobreiro começou a pagar um preço alto, por acreditar em pessoas que não faziam parte do seu grupo politico. Deixou de beneficiar aliados importante, que sempre estiveram com ele, no inicio de sua vida pública para prestigiar oportunistas de plantão. 


Nenhum comentário:

Postar um comentário