sexta-feira, 15 de julho de 2016

Criança de 9 anos com problema de saúde precisa doações de alimentos em Paço do Lumiar.

Carlos Eduardo nasceu com lábio leporino e precisa de auxílio. A família, que vive com poucos recursos, aceita doações de alimentos


Uma família, de Paço do Lumiar, passa por uma situação complicada. Carlos Eduardo, de 9 anos, tem um problema desde o seu nascimento, o lábio leporino (a parte superior da boca é aberta). O menino já passou por uma cirurgia este ano, e passará por mais uma para terminar, de vez, com o problema. A família, que vive com poucos recursos, passa por uma situação complicada para arcar com todos os gastos, e aceita doações de alimentos.

Carlos Eduardo de Araújo Silva é uma criança que gosta de brincar, ir à escola e ficar perto da mãe, Rosilda Silva. Ao nascer, a mãe de Carlos se deparou com uma situação adversa, que os exames, feitos durante a gravidez, não detectaram. Carlos nasceu com lábio leporino.

Este é um problema médico comum após o nascimento. Trata-se de uma abertura no lábio ou no palato (céu da boca - é o caso de Carlos), que pode ser reparada. O problema pode se desenvolver por fatores externos, ou por uma síndrome genética, e os sintomas incluem dificuldade para falar e para comer. E ambos são presentes no caso de Carlos.

Desde que o menino nasceu, Rosilda sabia que o caso precisava de cirurgia. Após procurar os hospitais de São Luís, ela não encontrou solução para o caso. Em setembro de 2015, ela encontrou uma amiga que a ajudou. “Na verdade, eu já estava cansada de procurar os hospitais, eles nunca me davam uma resposta. Uma amiga pegou os dados do Carlos, enviou para um hospital de São Paulo, e eles se prontificaram em atender meu filho”, explicou.

Depois de muita burocracia, Rosilda conseguiu apoio do governo do Estado, em relação às passagens, e levou Carlos para a primeira cirurgia, em junho deste ano, 2016. Os 40 dias seguidos à primeira cirurgia foram “muito difíceis. Ele não podia se alimentar com comidas sólidas, só líquidas”, contou.

No caso de Carlos, há abertura em dois lados do céu da boca, a primeira cirurgia ocorreu para fechar o direito. A segunda cirurgia ocorrerá no mês de setembro, no dia 30, e será para fechar o esquerdo. Segundo Rosilda, a cirurgia vai facilitar muito a vida do filho, já que com o palato fechado, ele poderá falar e comer normalmente, mesmo com o acompanhamento médico que ele precisará ter, até os seus 22 anos.

Ela é dona de casa, e o marido é auxiliar de Serviços Gerais, em uma empresa de São Luís. O acesso para a moradia deles, na avenida Principal, Parque Guarujá, em Paço do Lumiar, é difícil, e a família vive com pouca renda, tornando os cuidados médicos ainda mais complicados, principalmente, o quesito alimentação líquida.

A família de Carlos está recebendo doações de produtos que podem melhorar a situação de todos - a família é composta pela mãe, Rosilda, o pai, Antônio Carlos, e cinco filhos. As despesas principais são os alimentos líquidos, para Carlos.

Os produtos como Sustagen, leite líquido, achocolatados, ou outros alimentos que possam nutrir, em forma líquida, são fundamentais para contribuir para os cuidados médicos.

O número para contato é o (98) 98818-1624, da mãe de Carlos (também é Whatsapp), Rosilda. Por meio dele é possível saber mais sobre as doações e onde elas podem ser entregues.

Nenhum comentário:

Postar um comentário