quinta-feira, 21 de julho de 2016

Barbárie na cidade de Pirapemas: Criminosos atearam fogo em casa com família dentro.

Uma das vítimas teve o corpo quase todo queimado
Na noite desta terça-feira (19), uma família no município de Pirapemas, interior do Maranhão, passou por momentos de terror. Quatro assaltantes invadiram sua residência e ainda tocaram fogo com todos dentro de casa. Seis pessoas foram vítimas do ataque brutal, que aconteceu por volta das 19:30, no povoado Tiquaras, zona rural do município.

Na manhã de ontem, dia 20, a Polícia Civil da cidade de Pirapemas conseguiu prender dois dos acusados do atentado terrorista. Os criminosos foram apresentados na delegacia do município. Eles foram identificados como Antônio da Silva Cruz (conhecido como Belor) de 27 anos, morador de Pirapemas; e Adriano Rocha Nunes (conhecido como Marcelo), de 23 anos, morador de Santa Rita (MA).

Um dos bandidos, Antônio Cruz, foi encontrado com o corpo queimado. Ao atear fogo nas vítimas, um dos galões de combustível chegou a explodir e atingiu o criminoso.

Antônio da Silva Cruz um dos bandidos que atearam fogo nas vitimas, também teve suas pernas queimadas
De acordo com a polícia, para incendiar o local, os assaltantes usaram combustível encontrado na própria residência. Como o local é de difícil acesso, os moradores da casa armazenam e revendem combustível para os vizinhos.

Ainda de acordo com a polícia, a intenção dos criminosos era de furtar R$ 15 mil, mas não teriam encontrado o dinheiro. Foi então que eles trancaram as vítimas em um quarto, atearam fogo no local e fugiram.

As vítimas da barbárie foram Rosilene da Silva Santos, Maria Francinete da Silva Frazão, Raimundo da Conceição Frazão, Aguinaldo da Silva Conceição, Rivelino Marques de Araújo e Celso Silva da Costa.

Atendimento às vítimas foi feito já durante a noite
Vítimas tiveram queimaduras de segundo e terceiro grau
Inicialmente, todos foram atendidos no Hospital Municipal Gertrudes Melo, transferidos para Hospital Geral de Matões do Norte e, ainda pela noite, encaminhados para o Socorrão II, em São Luís. Nas vítimas foram provocadas queimaduras de segundo e de terceiro grau.

O caso deixou a população revoltada. A Superintendência de Polícia Civil do Interior (SPCI) pediu reforços de Itapecuru Mirim (MA) para evitar invasões à delegacia onde estão os suspeitos.

Pela manhã, movimento era grande na delegacia de Pirapemas

Nenhum comentário:

Postar um comentário