segunda-feira, 16 de maio de 2016

Fim dos lixões: Maranhão ganha primeiro Centro de Tratamento de Resíduos.

O diretor da Maxtec Rogério Albino  recebeu a visita de Aríston e Ana Lúcia do Tribunal de Justiça responsáveis pelo Programa Começar de Novo
O Maranhão consolidará a partir do mês de junho, avanços importantes na garantia de melhor qualidade de vida à população e maior proteção ao meio-ambiente. A Maxtec Serviços Gerais e Manutenção Industrial promoverá no dia 2 de junho de 2016, às 9h, o lançamento e a implantação do primeiro Centro de Tratamento de Resíduos do Maranhão (CTR), situado na Avenida Engenheiro Emiliano Macieira, BR 135, N° 19, Km 19, no Itaqui Pedrinhas, em São Luís. O lançamento é aberto aos profissionais de imprensa e blogs.


O coordenador de comunicação e marketing da empresa, Fernando Braga, informa que na ocasião, serão apresentados aos convidados, jornalistas, radialistas, editores digitais e ao público em geral o compromisso socioambiental da empresa, as novas e avançadas tecnologias na gestão de tratamentos de resíduos e o primeiro Centro de Tratamento de Resíduos do Maranhão (CTR). “O CTR é a solução mais segura, moderna e eficiente para tratar resíduos sólidos, domiciliares e de pequenos e grandes geradores”, destaca Braga.

Todo o processo de incineração no CTR é automatizado, garantindo controle e análise em tempo real do processo, sem impacto ao meio ambiente, informa o diretor da Maxtec, Rogério Albino. Através de softwares modernos, toda a administração ambiental, valoração e rastreabilidade dos resíduos são possíveis de acompanhar em tempo real. O equipamento do CTR foi todo concebido e produzido no Estado do Maranhão, agregando valor para os profissionais, fornecedores e colaboradores de todo o processo de trabalho.

O comandante da Academia de Polícia do Maranhão Coronel Sá,  com o diretor da Maxtec Rogério Albino e o presidente do Sinduscom Fábio Nahuz em visita ao CTR
O CTR trabalha com a mais avançada tecnologia, com características únicas, garantido os melhores resultados no processo de queima de resíduos e gases. O processo de incineração se dá através do tratamento térmico, com temperatura mínima de 800°C. Todo o processo é monitorado de forma continua, podendo suas taxas de emissão ser acompanhadas em tempo real pelas agências reguladoras e pelos clientes. O incinerador possui licença para tratar todas as categorias de resíduos e sem impacto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário