segunda-feira, 18 de abril de 2016

Unidade Mista do Maiobão pode fechar por falta de médicos e matérias.

Uma carta encaminhada ao Blogue do Ed Wilson por um profissional de Saúde relata a dispensa de médicos, redução de turnos e precárias condições laborais

Direção da Unidade Mista fecha as portas, e população fica sem atendimento médico

Uma série de irregularidades vem ocorrendo na Unidade Mista do Maiobão, em Paço do Lumiar, devido à má gestão do estabelecimento pertencente à Rede Estadual de Saúde”. O ponto máximo se deu na última semana, com a demissão de dois médicos plantonistas da unidade, sem qualquer justificativa ou aviso prévio. A dispensa arbitrária e imotivada foi realizada pela diretora Silvana Balluz.

Não bastasse tal fato, com a demissão, não foram contratados novos médicos para assumir os plantões, reforçando a ilegalidade da ação e culminando no fechamento da unidade por 3 turnos (plantões de 12 horas cada um) nos últimos 7 dias.

Cabe destacar que esse cenário se desenvolve em meio à epidemia atual de casos virais, sobretudo dengue, zika e chikungunya, que fez aumentar a demanda de atendimentos de urgência em cerca de 3 vezes. Assim, inúmeros pacientes precisaram voltar para casa sem ao menos serem avaliados clinicamente.

Outro problema da unidade é a falta de infraestrutura decorrente do seu funcionamento em prédio alugado. Há mais de 2 anos, a sede da Unidade Mista do Maiobão entrou em reforma, a qual nunca foi concluída pelo Estado. Desde então, passou a funcionar no prédio de uma clínica particular. Neste local, apenas uma sala diminuta funciona como consultório médico. Lá são dispostas mesas para 3 médicos, os quais atendem simultaneamente, não há privacidade para uma boa relação entre médico e paciente se estabelecer, assim como fica inviável o mais simples exame físico, etapa fundamental no raciocínio clínico.

Nenhum comentário:

Postar um comentário