quarta-feira, 20 de abril de 2016

"É de chorar de vergonha", diz Joaquim Barbosa sobre votação do impeachment.

Joaquim Barbosa
Símbolo do julgamento do mensalão, o ex-ministro do Supremo Tribunal Federal Joaquim Barbosa utilizou o Twitter para desabafar seu descontentamento com o teor dos votos dos deputados no processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff, em sessão realizada no domingo (17). O ex-ministro não se manifestou a favor nem contra o impeachment da petista na postagem, nesta terça-feira (19).

"É de chorar de vergonha! Simplesmente patético!", escreveu o ex-ministro, famoso pela atuação dura que levou à prisão os principais nomes da cúpula do PT nos primeiros anos do governo Lula, como o ex-ministro José Dirceu.

O comentário de Barbosa foi feito logo após ele criticar a imprensa brasileira e recomendar aos seus seguidores a assistirem uma entrevista do jornalista Glenn Greenwald à emissora de TV norte-americana "CNN" e a lerem matéria da revista britânica "The Economist", que listava as justificativas dos deputados em seus votos pelo impeachment.

Nos votos, a maioria dos parlamentares favoráveis ao afastamento da petista não fez comentário sobre as pedaladas fiscais – manobras contábeis que embasam o pedido de impeachment – e utilizaram como justificativa seus próprios familiares, "Deus", "cristianismo", o fim da corrupção, dentre outros motivos.

"Anotem: teremos outras razões para sentir vergonha de nós mesmos em toda essa história", resumiu Barbosa.



Nenhum comentário:

Postar um comentário