quinta-feira, 10 de março de 2016

Motorista baleado na estrada de Ribamar, não corre risco de morrer.

O Sindicato dos Rodoviários descartou a possibilidade de deflagração de greve da categoria

O Sindicato dos Rodoviários do Maranhão informa que o motorista baleado na tarde desta quarta-feira (9), durante assalto dentro de coletivo na estrada de Ribamar, não corre risco de morrer. O trabalhador foi alvejado com um tiro na região do pescoço, mas felizmente a bala não atingiu nenhuma área vital. O motorista recebeu os primeiros atendimentos no Hospital Clementino Moura, o Socorrão II e já no começo da noite foi transferido para o Hospital Guarás, no centro da capital, onde permanece sendo observado pela equipe médica.

Isaias Castelo Branco, Presidente do Sindicato dos Rodoviários, acompanhou o atendimento do motorista no Socorrão II e também a remoção dele para o Hospital Guarás, prestando toda a assistência ao paciente e aos familiares. Para esta quinta-feira (10), os diretores do sindicato devem se reunir para discutir a questão da insegurança dentro dos ônibus da capital e para avaliar toda esta situação.

Por enquanto, não existe possibilidade de deflagração de greve da categoria, hipótese levantada pelos principais veículos de comunicação, já que a policia fez a parte dela, agiu com rapidez e pouco tempo depois prendeu o suspeito de balear o trabalhador. Além de assistência médica, no momento o motorista recebe acompanhamento psicológico, já que esta situação deixou a vítima tremendamente abalada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário