quarta-feira, 9 de março de 2016

Ex-presidente Lula poderá ser o novo ministro de Dilma.

Ontem (08/03/2016), Lula se encontrou com Dilma numa reunião no Palácio da Alvorada da qual participaram Jaques Wagner, Ricardo Berzoini e o governador de Minas Fernando Pimentel. A reunião se estendeu até altas horas da noite e teve como objetivo convencer Lula a aceitar o cargo de Ministro do Governo.

Antes de tomar posse no ano passado, Dilma teria convidado Lula para integrar o Ministério, ele, porém, não aceitou

Segundo informou Ricardo Noblat em seu blog, talvez Lula ocupasse a Pasta da Justiça, o que, entretanto, daria muito na vista, pois ele teria que lidar com a Polícia Federal e com a Lava-Jato.

A estratégia do governo de entregar uma pasta ministerial ao ex-presidente parece clara. Visa livrá-lo do juiz Sérgio Moro no processo que seguramente enfrentará. Com foro privilegiado ele seria processado e julgado pelo Supremo Tribunal Federal. Conforme observa Noblat, “ali, estaria em casa, entre amigos”.

Vejo a questão como explosiva, pois restará indubitável que a manobra tem por objetivo blindar o ex-presidente e dificultar a ação da Justiça. Se o governo possuía, ainda, algum resíduo de credibilidade ela se esvairá de vez. O fato se constituirá em combustível para o impeachment da Presidente da República.

Como diria a Ministra do STF Carmen Lúcia, se o escárnio substituiu a esperança, ele agora passou a imperar soberano. Será que o País aguentará mais esse tranco?

Nenhum comentário:

Postar um comentário