terça-feira, 23 de fevereiro de 2016

Prefeitura de Paço rompe contrato com construtora por atraso na obra da UPA.

A obra da UPA foi abandonada pela empresa responsável pela execução do projeto
Após atrasos e problemas no pagamento de funcionários, a Prefeitura de Paço do Lumiar, juntamente com o Conselho Municipal de Saúde, reunidos na Promotoria de Justiça de Paço do Lumiar, com a promotora Gabriella Brandão, decidiram tomar uma atitude drástica contra a empresa responsável pela construção da Unidade de pronto Atendimento – UPA do bairro do Maiobão. O município irá finalizar o procedimento administrativo de rescisão unilateral do contrato, que deverá ocorrer neste mês de março.

A decisão foi tomada, após reunião com a Promotora, para tratar sobre as pendências da obra de construção da Unidade de Pronto Atendimento. De acordo com o que foi relatado na Promotoria de Justiça, a empresa Market Planejamento Engenharia e Construções LTDA-ME não cumpriu corretamente o acordo firmado com o município, atrasou o cronograma estabelecido para a obra e não atendeu as determinações da prefeitura, durante a execução do projeto, entre outras coisas.

A construção da Unidade de Pronto Atendimento - UPA, orçada em mais de R$ 1.400.00 (um milhão, e quatrocentos mil), deveria estar pronta desde novembro do ano passado. O que se ver no local da construção, é uma obra abandonada, com funcionários que atuavam no projeto revoltados pela falta de pagamento. Nos últimos meses, aliás, eles chegaram a realizar alguns protestos alegando não terem recebido as verbas rescisórias a que têm direito por terem trabalhado no projeto. 

A Secretária de Infraestrutura, Andréia Feitosa informou que a secretaria, está elaborando o projeto básico para construção da Unidade, a embasar nova licitação que será realizada para que a obra seja concluída. 

Os Conselheiros  de Saúde, se manifestaram por unanimidade pela rescisão unilateral do contrato celebrado com a empresa, com vistas na demora do conclusão da obra e pelo abandono.  


Nenhum comentário:

Postar um comentário