sábado, 20 de fevereiro de 2016

Governo do Estado revitaliza Farol do Saber e comunidade ganha espaço para educação e cultura.

Funcionamento do Farol do Saber foi marcado pela participação da comunidade, de escritores, membros da sociedade civil e representantes do Estado
A Biblioteca Farol do Saber Renascença foi totalmente revitalizada pelo Governo do Maranhão e vai servir a estudantes e comunidade como espaço de educação, informação, cultura e lazer. A participação de educadores, estudantes e artistas, neste sábado (20), marcou a volta da biblioteca às atividades. Esta é a primeira de 117 faróis que serão reformados na gestão do governador Flávio Dino.

O novo espaço recebeu o nome Genoveva Pio, em homenagem à personagem da histórica obra Tambores de São Luís, do escritor maranhense Josué Montello. “Este é mais um espaço de incentivo à leitura com um apelo lúdico e pela formação de leitores. As pessoas terão acesso a diversas obras e atividades culturais que serão realizadas”, ressaltou a superintendente de Bibliotecas Escolares da Secretaria de Estado da Educação (Seduc) e coordenadora dos Faróis, Karise Silva. A biblioteca, assim como os demais faróis, estava fechada desde 2013.

Essa ação é de grande importância por oportunizar a leitura e atividades relativas ao estímulo do hábito de leitura e permitindo que haja a apropriação destes acervos à comunidade. Uma medida de muito alcance social e na área educacional retomada pelo governo Flávio Dino”, ressaltou o secretário de Comunicação e Assuntos Políticos (Secap), Márcio Jerry.

A professora, teatróloga, poeta, escritora e cordelista, Raimunda Frazão, esteve presente na reabertura e parabenizou a iniciativa da gestão. “É muito importante que espaços como estes sejam resgatados. E os Faróis têm a boa proposta de unir educação e cultura”, comentou. A reabertura do Farol também foi aprovada pelas crianças. “Eu achei muito legal. A biblioteca é bonita, tem muito livro infantil e tem espaço para brincar”, disse Maria Luísa Castro, de nove anos.

Para Ana Laura de Andrade, sete anos, o espaço “tem muitos livros bons e revistas em quadrinhos de personagens que toda criança gosta”. A técnica em laboratório Marisa Rosa Figueiras, 44 anos, mora no Renascença e avaliou o Farol com um bom espaço para estudo e também lazer. “Esta biblioteca estava abandonada. Foi muito sensível da parte do governador Flávio Dino trazer de volta este importante centro de aprendizado”, disse.

Já o arquiteto Miguel Linhares Azevedo, 32 anos, reforçou a importância dada pela gestão ao aprendizado. “Sem estudo, sem conhecimento não somos nada. Esta biblioteca é, antes de tudo, um símbolo da educação. E também, um espaço charmoso que já convida ao conhecimento. Boa iniciativa do governo”, pontuou.

No acervo do Farol do Saber Renascença existem cerca de seis mil títulos entre literatura nacional e estrangeira, infantil, livros técnicos, didáticos, dicionários, enciclopédias e quadrinhos. Parte do material foi doado por moradores e educadores. “E ainda estamos aceitando doações. Quem quiser pode contribuir para enriquecermos ainda mais este espaço”, reiterou a coordenadora dos Faróis, Karise Silva.

A biblioteca vai funcionar interligada à Unidade Integrada Renascença, como apoio pedagógico às atividades escolares, sendo uma opção de estudo extraclasse aos alunos. Também ficará aberta à comunidade geral, das 8h às 12h e 14h às 18h, de segunda a sexta-feira.

Arte, cultura e educação
A reabertura do espaço foi um dia de festa para quem curtiu a vasta programação no Farol Renascença. As atividades iniciaram às 9h com ações tanto na biblioteca, na Unidade Integrada Renascença, quanto na rua Grande Oriente, que foi interditada para a ação. A comunidade curtiu apresentações de dança, teatro, música, esporte e arte urbana. Uma feira solidária promoveu um cunho social ao evento.

O público infantil se divertiu com as atividades preparadas durante a manhã, no pátio da escola. A criançada participou de contação de histórias com o grupo Xama Teatro; performance de Juju Carrapeta; pintura facial; recreação; e feira de troca de brinquedos. Um show do trio de cordas com Thaynara Oliveira e Banda Vagalume alegraram a meninada. Pipoca e sorvete foram distribuídos aos pequenos.

Durante a tarde foram realizadas atividades de pintura, brechós e feiras de livros, alimentos e artesanato. Ainda contou apresentação da encenação ‘O Circo tá na Rua’ e de mais uma edição da ‘Feira grátis da gratidão’. Grafitagem, concurso de fotografias, varal fotográfico, oficinas de contação de histórias, teatro, leitura, percussão, mandalas, circo e rodas de conversa também marcaram o cronograma de atividades.

À noite, artistas locais encerraram o evento com diversos shows no Sarau Farol com Criolina, Núbia Rodrigues, Xama Teatro, Thaynara Oliveira, Banda Vagalume, grupo Maratuque Upaon-Açu e Coletivo Fridas. O poeta Celso Borges e o cantor Beto Ehongue participaram com o espetáculo Poesia Dub e na discotecagem, a Kombi Music.

Reforma
Na revitalização foram realizadas melhorias no teto e pisos, na cobertura com revisão das madeiras e telhas de cerâmica; troca do forro; revisões elétrica e hidráulica; e instalação de lâmpadas fluorescentes. A proposta do governo com a reformulação destas unidades de conhecimento é estimular o gosto pela leitura, por meio de atividades educativas e culturais. Decreto assinado pelo governador Flávio Dino instituiu a Rede Estadual de Faróis do Saber, sendo estes espaços ligados às escolas e sob coordenação da Seduc e uma parte da estrutura sob responsabilidade Secretaria de Estado de Cultura e Turismo. 

Mais bibliotecas
O projeto de revitalização das Bibliotecas Farol é um dos importantes pontos do amplo planejamento do Governo do Maranhão neste segmento. O objetivo da gestão é universalizar as bibliotecas escolares no Sistema Estadual de Ensino, conforme Lei nº 12.244/10. O foco desse plano é a reforma e construção de bibliotecas interligadas às unidades de ensino para leitura e promoção de eventos diversos. Serão construídos 30 núcleos de Educação Integral para os alunos do Ensino Médio. O processo de licitação está em curso. Estes núcleos serão abertos aos estudantes para estudo, pesquisa, formação continuada, empreendedorismo, esporte e lazer em uma estrutura que agrega ampla biblioteca.

Nenhum comentário:

Postar um comentário