domingo, 21 de fevereiro de 2016

Fiasco do movimento “A Onda” esmorece “Gilberto Arôso”.

Ex - prefeito Gilberto Arôso passa novamente vergonha, após criar movimento "Marolinha"
Como estava previsto por quem é minimamente informado (e desconfiado), o movimento intitulado “A Onda” criado pelo grupo político do ex – prefeito Gilberto Arôso, foi um verdadeiro fiasco. Aquilo que seria o maior ato de pré - campanha eleitoral do grupo, depois do imperceptível lançamento de sua pré - candidatura, no mês passado, teve que suportar novamente o fracasso.

Combalida pela ausência de publico e empolgação, a chamada “Onda” passou a se chamar “Marolinha”, pois não contagiou e acabou numa tremenda vergonha, justamente porque não conseguiu mobilizar gente para o pretendido movimento agendado para tarde deste sábado, 20, na sede do PMDB, na avenida 03 do Maiobão. 

O comportamento pouco receptivo da população combinado com o fracasso da mobilização, esmoreceu o grupo político e a principal atração do ato, o ex – prefeito Gilberto. A oligarquia Arôso, agora sabe que o povo não os quer de volta. Gilberto, por seu turno, percebeu que sua força eleitoral não passa de uma ilusória pretensão. 

Movimento da Marolinha, não deu 50 pessoas


Para alguns analistas políticos locais a fracassada “Onda” agora intitulada de “Marolinha” foi um reflexo da grande rejeição quem tem a família Arôso. 

Nos “Bastidores da Notícia”, no conhecido salão do Ricardinho, na avenida 13 do Maiobão considerado, por muitos, como o espaço mais politizado de Paço do Lumiar, já há quem aposte que Gilberto Arôso experimenta o flagelo de um inicio de pré - campanha derrotado, sem participação popular, pouquíssima militância política de médio e grande porte, podendo entrar numa campanha sem doadores e com escassa estrutura, e com pouca representatividade político-partidária, além de estar inelegível.

Nenhum comentário:

Postar um comentário