sexta-feira, 11 de dezembro de 2015

Eleição para gestor escolar movimenta escolas e marca a história da educação maranhense.

Otoniel Souza Nascimento, do Cegel, fala da expectativa com a realização do processo eleitoral
Este momento demonstra abertura, democracia nas escolas, já esperávamos isto há muitos anos e agora virou realidade”, comemorou o professor Otoniel Souza Nascimento, da escola Cegel, durante a eleição para gestor nas escolas do Sistema Estadual de Ensino do Maranhão, que ocorreu de forma inédita, nesta quinta-feira (10), em clima de tranquilidade e representou um sonho realizado para quem participou do processo.

Ao todo, 455 escolas nas 19 Unidades Regionais de Educação participaram da consulta que escolheu de forma democrática a gestão escolar para um mandato de dois anos.

Professor José Ribamar Melônio ressalta que a eleição atende reivindicação antiga da comunidade escolar
O professor José Ribamar Melônio, também do Cegel, compartilha da mesma opinião do colega Otoniel. “Esta é uma reivindicação antiga da comunidade escolar e hoje é um momento de coroar isso”, pontuou.

Envolvidos no processo, os estudantes também estão comemorando a participação na eleição. “É importante participar. Votando a gente escolhe quem quer para fazer a diferença, é uma escolha conjunta”, ressaltou José Richardson, 1º ano do Cegel.

Mariana Santos, estudante do 1º ano do CE Margarida Pires Leal, que é uma das mais tradicionais escolas de ensino médio de São Luís, também pontuou a importância das eleições destacando o protagonismo juvenil. “É muito importante para a vida do estudante, é legal fazer a nossa escolha”, frisou.

Votação na escola Margarida Pires Leal
Com a eleição, o Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Educação (Seduc), pretende referendar a importância da liderança comunitária do gestor escolar, envolvendo a comunidade escolar (professores, funcionários, alunos e pais de alunos) na consulta.

Este é um momento histórico para a educação maranhense, com a participação dos pais, estudantes e professores na construção de uma escola melhor, mais democrática, onde os conselhos possam realmente funcionar e todos possam sentar à mesa e discutir a escola para que ela cumpra realmente sua função, que é garantir o processo de aprendizagem de todos os estudantes”, enfatizou a secretária de Estado da Educação, Áurea Prazeres, durante acompanhamento da eleição nas escolas. 

Regionais
Além de São Luís, o processo transcorreu de forma tranquila e democrática nas demais Unidades Regionais de Educação. Nos 14 municípios jurisdicionados à URE de Chapadinha a eleição ocorreu em clima de tranquilidade, conforme informou a gestora regional Leodenes Dahmer Baggio.

Nos municípios de Peritoró, Timbiras e na sede da regional, em Codó, houve ampla participação da comunidade escolar. “Mesmo com a disputa das chapas, o sentimento de paz, unidade e democracia tomou conta das nossas escolas, entre elas o CE Mata Roma, que é a maior unidade de ensino estadual da cidade”, comentou Fátima Falcão, gestora de Codó.

Barra do Corda, Viana, Rosário, Imperatriz, Açailândia e Zé Doca também foi registrado pela Seduc participação ativa da comunidade escolar para exercício da democracia nas escolas.

Processo democrático
Regulamentado pelo Decreto Nº 30.619, de 02 de janeiro de 2015 e pelo edital 003/2015, o processo seletivo para a função de gestor escolar ocorreu durante todo o ano de forma organizada e tranqüila nas 19 Unidades Regionais de Educação (UREs) do estado e foi composto por encontros formativos, debates, videoconferências, eleições simuladas, reunião com a comunidade escolar e exame de certificação.

Para as eleições foram formadas 480 comissões compostas por quatro pessoas: um pai, um estudante e dois professores; além de assessoria jurídica exclusiva em todas regionais. Mais de 400 mil eleitores entre pais, profissionais da escola e estudantes (250.713 estudantes/ 16.765 profissionais da escola/ 180 mil pais).

A divulgação do resultado geral com a finalização da apuração dos votos está prevista para esta sexta-feira (11).

Nenhum comentário:

Postar um comentário