quarta-feira, 18 de novembro de 2015

Corpo de Bombeiros mobiliza equipes e previne acidente no aeroporto de São Luís.

Equipes do Corpo de Bombeiros isolaram a pista e utilizaram espuma para resfriamento da pista
Com o apoio do Corpo de Bombeiros Militar do Maranhão (CBMMA), foi possível realizar um pouso de emergência de uma aeronave da empresa TAM Linhas Aéreas na área do Aeroporto Marechal Cunha Machado, em São Luís, na tarde de terça-feira (17). Para isso, foi mobilizado o aparato de prevenção a acidentes da Seção Contra Incêndio (SCI) do CBMMA, instalada no aeroporto.

O incidente ocorreu com o Airbus A320 que seguia de Brasília com destino a São Luís, transportando 146 passageiros e sete tripulantes. Devido a problemas em um dos trens de pouso, a aeronave precisou fazer um pouso de emergência. O comandante do voo, Bruno Bacelar de Moura, entrou em contato com a SCI do Corpo de Bombeiros por volta das 12h30 e informou que a aeronave da TAM, prefixo PTNXD Voo 381, apresentava problemas no trem dianteiro.

Ao se aproximar de São Luís, o comandante identificou, no painel da aeronave, um problema no trem de pouso. Ele acionou o sistema de emergência do Corpo de Bombeiros e da Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero). Colocamos todo nosso efetivo em alerta máximo para evitar que ocorresse qualquer incidente. O piloto teve muita prudência para fazer o pouso de emergência. O pneu não chegou a estourar, embora tenha ficado bastante danificado”, informou o comandante da SCI, major Janildo Almeida.

De acordo com o comandante, foram acionadas guarnições de várias unidades para o aeroporto que montaram uma operação de atendimento à ocorrência. Foi disponibilizado o trem de socorro do Corpo de Bombeiros, com ambulância, viaturas de resgate e salvamento e emergência química. As equipes auxiliaram tanto na descida da aeronave quanto na saída de todos os passageiros.

Para evitar qualquer problema com o pouso, as equipes do Corpo de Bombeiros utilizaram uma espuma para resfriar a pista. “Nos deslocamentos prontamente para a área de pouso, onde adotamos os procedimentos de prevenção necessários, com o isolamento do local, o resfriamento da pista com o uso de espuma, de modo a garantir a segurança na aterrissagem e para evitar eventual propagação de incêndio e risco de explosão”, explicou o major Janildo Almeida.

Durante a operação, a pista do aeroporto ficou interditada. Os bombeiros também usaram espuma para resfriar a aeronave. Depois de controlado o incidente, os 146 passageiros desembarcaram do avião e foram levados para o saguão. Não houve feridos. Equipes da TAM e da Infraero inspecionaram a aeronave e fizeram a manutenção técnica para identificar o que ocasionou o problema.

Nenhum comentário:

Postar um comentário