quarta-feira, 21 de outubro de 2015

Estudante Milena Nascimento esfaqueada no bairro da Divineia teve morte encefálica.

Milena Coelho do Nascimento, esfaqueada nas proximidades de escola na Divineia, teve morte encefálica, no final da manhã dessa terça-feira.

Informações - O Imparcial

A estudante Milena Coelho do Nascimento, 17 anos, esfaqueada nas proximidades do Centro de Ensino Vinícius de Moraes, localizado no bairro Divineia, teve confirmada a morte encefálica - a parada irreversível de todas as funções do cérebro - no final da manhã dessa terça-feira.

A Secretaria Estadual de Saúde (SES) confirmou a morte da estudante, porém ainda será divulgada uma nota sobre o boletim médico. 

A estudante passou quase uma semana internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Dr. Carlos Macieira. 

Até o momento a nossa reportagem não sabe onde será o velório e enterro da vítima. 

O caso
Na última quinta-feira, dia 15, Milena Coelho do Nascimento foi interceptada por um grupo de pessoas, momentos depois de deixar a escola. Ela foi agredida a golpes de arma branca nas costas e no pescoço.

A vítima foi socorrida pelo Serviço de Atendimento Móvel (Samu), que a levou para o Hospital Djalma Marques (Socorrão I) onde passou por cirurgia.

Ainda na noite de quinta-feira, a estudante foi transferida para o Hospital Dr. Carlos Macieira. Com o agravamento do estado de saúde, a paciente foi mantida na Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

Prisão de envolvidos
Na sexta-feira, dia 16, a Polícia Civil fez a apreensão de três adolescentes envolvidos na tentativa de homicídio da estudante Milena Coelho do Nascimento.

O delegado titular da Delegacia de Homicídios, Jefrey Furtado, fez a apreensão de um adolescente e duas adolescentes envolvidas na agressão à estudante nas proximidades do Centro de Ensino Vinícius de Moraes, no Olho D’Água do hospital.

Vamos continuar investigando o caso, ainda tem mais dois adolescentes envolvidos no crime. Os apreendidos confirmaram a participação e contaram que foi por acerto de contas, devido serem de facções criminosas diferentes”, contou o delegado.

Os adolescentes foram apresentados ao promotor da Vara da Infância e encaminhados à Delegacia de Menor Infrator.

Nenhum comentário:

Postar um comentário