sexta-feira, 11 de setembro de 2015

Modernização da avenida dos Holandeses é discutida em consulta pública.

Presidente da MOB, Artur Cabral (com o microfone) durante a consulta pública sobre o projeto de modernização da Avenida dos Holandeses.
Uma consulta pública realizada nesta quinta-feira (10) representou mais um importante passo do Governo do Estado rumo à concretização de uma série de intervenções no trânsito das avenidas dos Holandeses e Litorânea. Conhecido como ‘Projeto de Reestruturação da Holandeses’, que inclusive prevê a implantação do sistema de tráfego binário e transporte tipo BRT, a proposta faz parte das ações do Governo do Estado, por meio da Agência Estadual de Transporte e Mobilidade Urbana (MOB) e da Secretaria de Estado de Infraestrutura (Sinfra), para incrementar a trafegabilidade e a mobilidade urbana na Região Metropolitana de São Luís.

Por se tratar de um projeto inovador e de grande impacto, a consulta pública teve o objetivo de garantir a participação popular e ampliar o diálogo com diferentes setores da sociedade. Além da MOB e da Sinfra participaram, dentre outros, a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), Federação do Comércio do Maranhão (Fecomercio), Federação das Indústrias do Estado do Maranhão (Fiema), Sindicato da Construção Civil (Sinduscon) e empresários da região que receberá o projeto.

A proposta de reestruturação da Avenida dos Holandeses prevê uma série de intervenções para modernizar a via e dar fluidez ao trânsito no trecho compreendido entre o retorno da Polícia Militar, no Calhau, até a entrada da Praia do Araçagi, totalizando quase 10 km de melhorias. Serão construídas ciclovias, calçadas, paradas de ônibus planejadas e estacionamentos. O projeto prevê também a complementação da obra de extensão da Avenida Litorânea e a modernização de um trecho da Avenida Colares Moreira e ruas do entorno. O diferencial da proposta é a implantação do sistema de vias paralelas funcionando em sentido opostos, também conhecido como “Binário”.

Plateia de empresários aprovou a iniciativa do Governo do Estado de por o projeto em discussão.
A proposta de readequar o sistema viário corresponde, também, à proposta de implantar o “BRT”, uma modalidade de transporte rápido e que passou a ser referência em mobilidade urbana nas principais cidades do país. A implantação desse sistema atenderá aos municípios da Grande Ilha.

O empresário do ramo automobilístico, Manoel Dias, destacou que pela primeira vez a classe empresarial foi chamada a participar exaustivamente do planejamento de um projeto de grande impacto. “A consulta é o segundo momento em que estamos juntos para falar dessa proposta para a Avenida dos Holandeses e o diálogo entre o poder público e a sociedade é fundamental. As melhorias são importantes, mas também é necessário ouvir as contribuições de quem promove as atividades econômicas daquela área”, disse.

Durante a consulta, o secretário adjunto de Projetos da Sinfra, Jorge Kusaba, destacou as alterações pelas quais o projeto original já passou com o objetivo de minimizar qualquer dano e garantir o sucesso da execução.

O presidente da MOB, Artur Cabral, falou da satisfação em realizar este momento de discussão com importantes entidades, urbanistas e empresários, cumprindo o papel de debater abertamente os impactos desse projeto não só na região da Holandeses, mas em toda a cidade. “Tivemos, de fato, uma participação satisfatória e saímos da consulta com contribuições que vão aperfeiçoar ainda mais este projeto inovador”.

O Projeto de Reestruturação da Avenida dos Holandeses seguirá agora para o processo licitatório, com previsão de execução para o primeiro semestre de 2016.

Nenhum comentário:

Postar um comentário