sábado, 5 de setembro de 2015

Governo investe R$ 10 mi em reforma e ampliação do Hospital da Criança.

Governador Flávio Dino, ao lado do prefeito Edivaldo Holanda Júnior, do secretário de Saúde, Marcos Pacheco, do vereador Isaías Pereirinha.
Reunidos com os secretários estaduais, municipais, vereadores, deputados estaduais e representantes da classe empresarial do Maranhão, nesta sexta-feira (4), durante a solenidade ‘Presentes para São Luís’, no Teatro João do Vale, o governador Flávio Dino e o prefeito de São Luís Edivaldo Holanda Júnior, apresentaram um balanço das ações conjuntas realizadas nos primeiros noves meses deste ano em diversos setores na capital do Estado. Além disso, o governador Flávio Dino anunciou R$ 10 mi para investimentos no Hospital da Criança.

Estado e município com parceria consolidada – fato ressaltado na ocasião pelo prefeito Edivaldo Holanda Júnior –, reflete em benefícios para os ludovicenses, que poderão contar, por exemplo, com a reforma e ampliação do Hospital da Criança, que receberá investimento de R$10 milhões, implantação de uma UTI Neonatal e clínica pediátrica.

Integração e serviço, por essas duas palavras começamos a gestão da saúde”. Essa foi à afirmação do secretário de Estado da Saúde, Marcos Pacheco, em seu discurso representando o secretariado. Foram pontuadas por ele como “presentes para São Luís” na área da saúde, ações como a reabertura da Maternidade Nossa Senhora da Penha, no Anjo da Guarda, neste mês; as inaugurações dos hospitais macrorregionais, após a regularização das pendências encontradas nos projetos e nas obras, nos municípios de Pinheiro, Santa Inês, Caxias, e Imperatriz; que irão reduzir em até 50% a demanda do município de São Luís; além de outros três hospitais até março de 2016 em Bacabal, Balsas e Chapadinha.

"Temos resultados concretos e todos têm trabalhado com algo em comum: o respeito à capital de todos os maranhenses. Poderíamos enumerar parcerias em todas as áreas, mas, hoje, escolhemos a saúde para representar o secretariado, por ser uma área sempre demandada, e gostaríamos de pontuar que a parceria entre Estado e Município não é feita apenas de asfalto. É muito mais profunda e solidificada pelo respeito às pessoas”, ressaltou o governador Flávio Dino, se referindo a Regulação Integrada, posteriormente explicada pelo secretário Marcos Pacheco.

Percebemos a população feliz com essa parceria. Nos seus 403 anos, São Luís ganha governo e prefeitura caminhado lado a lado, trabalhando juntos, olhando o cidadão e governando para aqueles que mais precisam”, evidenciou o prefeito Edivaldo Holanda Júnior.

Com a integração da regulação, não existe mais distinção entre os pacientes da rede estadual e da municipal. Na prática, abre acesso às ambulâncias do SAMU às UPAs e hospitais da rede estadual. Isso não acontecia anteriormente e, burocratizava o atendimento ao usuário da rede pública.

“Acreditamos que não podemos ter um sistema de saúde estadual e um municipal; o sistema é único. E o grande avanço para qual estamos caminhando é despartidarizar e profissionalizar a saúde no Maranhão. Por determinação do governador já começamos a fazer isso com força e vigor”, esclareceu o secretário Marcos Pacheco.

Essa é a gestão das prioridades, e na saúde elas foram mais uma vez evidenciadas. “Atenção à criança, atenção à gestante, atenção ao idoso, redução das internações por complicações de doenças crônicas (hipertensão e diabetes), e o controle e diminuição dos casos de Hanseníase. É nisso que estamos focados e vamos conseguir alcançar uma saúde melhor para o Estado”, concluiu o secretário.

O governador destacou que o diálogo entre as duas instâncias, busca também atender a todas essas prioridades. “Estamos empenhados em investir na saúde, área que impacta diretamente e positivamente na população. Queremos alternativas de referência e buscamos minimizar a itinerância em busca do serviço de saúde, por entender que essa itinerância é uma dimensão da exclusão social e da injustiça com aqueles que ficam caminhando de um hospital para o outro em busca de um leito”, destacou Flávio Dino.

Nenhum comentário:

Postar um comentário