quinta-feira, 6 de agosto de 2015

Policiais militares iniciam curso de Tiro Defensivo.

Policiais militares que participam do curso de Tiro Defensivo na solenidade de abertura da capacitação.
Capacitar os policiais militares em técnicas de tiro defensivo tendo como base a racionalização da arma de fogo e valorização da vida é o objetivo da segunda turma do Curso de Tiro Defensivo Método Giraldi, iniciada, na terça-feira (4), no Quartel da Polícia Militar do Maranhão (PMMA), no Calhau, em São Luís. Segundo a Diretoria de Ensino da PMMA, que coordena o curso, 26 policiais militares participam da capacitação. As aulas se estendem até o dia 14 de agosto. O local de treinamento será no stand de tiro do Centro de Formação e Aperfeiçoamento de Praças (CFAP), localizado na BR-135, bairro Tirirical, em São Luís.

O comandante-geral da Polícia Militar, coronel Marco Antônio Alves da Silva, durante a abertura oficial do curso, ressaltou a importância da capacitação para a Polícia Militar. “A capacitação é uma meta constante do governo Flávio Dino. Estamos trabalhando para melhor servir o cidadão, tendo como meio a capacitação de nossos policiais. Quanto mais o PM estiver treinado, mais expressivos serão os resultados das ações de enfrentamento ao crime”, frisou o coronel Alves.

A filosofia do Método Giraldi foi adotada no Brasil em 1998 pela Polícia Militar do estado de São Paulo e tem como um de seus pilares o treinamento policial – com base na simulação de situações de risco – para o uso racional da arma de fogo. Os policiais são instruídos a sempre tentar a negociação com os criminosos para que eles se entreguem sem que seja preciso atirar. Antes de 1997, a PM utilizava técnicas das Forças Armadas, mas o modelo não foi eficaz, pois era incompatível com a realidade das ruas de São Paulo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário