sexta-feira, 21 de agosto de 2015

Oposição encurralada e atolada em escândalos de corrupção querem retornar ao poder em Paço do Lumiar.

Oposição liderada por Alderico Campos e Gilberto Arôso sem moral e sem rumo.
Que a oposição exerce um papel importante na nossa jovem democracia, de fiscalizar, cobrar, etc... Isto é fato, todavia, o que fazer quando a mesma não tem moral pra isso e estar atolada em escândalos e corrupção, e agora tenta retornar ao poder ludibriando a população que é a melhor solução para o município. 

O que fazer, por exemplo, quando o seus “maestros” – que estão mais desafinados do que um aprendiz tocador de violão respondem à processos na Justiça, muitos deles por improbidade administrativa (ato ilegal ou contrário aos princípios básicos da Administração Pública, cometido por agente público, durante o exercício de função pública ou decorrente desta. O ato de improbidade qualificado como administrativo (ato de improbidade administrativa), é aquele impregnado de desonestidade e deslealdade.

Ficamos a se perguntar, com que moral, esta oposição pode apontar “falhas” da atual gestão? Que moral essa oposição tem? Que rumo tem uma oposição sem respeito, que já participou inclusive de inúmeras irregularidades na gestão pública de Paço do Lumiar, quando um era prefeito e outro presidente da Câmara Municipal. Muitos deles não moram nem na cidade, fator esse que pesa bastante pois para quem conhece o sentimento local isso não pega bem, outra, além de não serem bem vistos pelos próprios eleitores, não são tão simpáticos assim para a política, ainda mais quando sofreram uma grande derrota nas eleições de 2012. A população deixou claro nas eleições passadas, que esse tipo de gente os luminenses querem distância, e que não aceitam o momento de trevas que viveram nas mãos deste grupo.

Ah, mas você pode me perguntar, e o “peso” dos ditos “maestros”? Repito - estão mais desafinados do que um aprendiz tocador de violão. Enquanto a oposição luminense, tiver Alderico Campos e Gilberto Aroso como “maestros” o dilema sempre será sem rumo, sem saber para onde ir, e sem moral, pois quando estiveram à frente do legislativo e do executivo municipal, foram um desastre e quebraram o município, e agora ficam apelando, dando murro em ponta de faca, apostando que a população vai esquecer o que fizeram no passado. 

Eles continuam sem propostas para se contrapor ao atual governo, não têm projeto de desenvolvimento para o futuro". A oposição não tem um líder, não tem nomes novos, são as mesmas sombras do passado que todos nós sabemos bem no que deu.

Um comentário:

  1. Jornalista, não tenho costume de ler seu blog, mas infelizmente tenho que concordar, em número, gênero e grau, e isso vive nossa são luis, nosso Maranhão e o nosso Brasil, e parece até piada essa quadrilha... Como diz o poeta seria cômico, se não fosse trágico... Deus é de nos livras dessas mesmas figuras arcaicas que só pensam em si.

    ResponderExcluir