sábado, 4 de julho de 2015

Procon e Vigilância Sanitária interditam restaurante na Avenida Litorânea.

Equipes de fiscalização do Procon e da Vigilância Sanitária durante a ação de interdição
Em mais uma atuação conjunta, o Procon-MA e a Vigilância Sanitária do Município interditaram o restaurante Casa do Caranguejo, localizado na avenida Litorânea, até que se regularize juntos aos órgãos. A suspensão aconteceu, após denúncias, na manhã desta sexta-feira (03). O estabelecimento terá 15 dias para prestar esclarecimentos, e caso as solicitações não sejam atendidas, poderá receber outras penalidades administrativas, civis e criminais cabíveis.

Na ação foram encontradas diversas irregularidades, a exemplo de condições sanitárias e higiênicas inadequadas, comercialização de produtos impróprios para o consumo, condições insalubres, utensílios impróprios para o uso, presença de isentos, transgressão de normas legais e regulamentares à proteção da saúde e outras.

O estabelecimento terá 15 dias para prestar esclarecimentos. Caso as solicitações não sejam atendidas, o restaurante poderá receber outras penalidades administrativas, civis e criminais cabíveis. O Procon é vinculado à Secretaria de Direitos Humanos e Participação Popular (Sedihpop).

De acordo com o diretor-geral do Procon, Duarte Júnior, que acompanhou a fiscalização, o objetivo da ação é a proteção da vida, saúde e segurança contra os riscos provocados por práticas no fornecimento de produtos e serviços considerados perigosos ou nocivos.

Esse medida preventiva tem como fundamento o Código de Defesa do Consumidor e é de extrema importância para a plena proteção da vida, saúde e segurança dos consumidores maranhenses. Nosso objetivo não é a aplicação das sanções, mas estamos realizando esse trabalho, de caráter pedagógico, e esperamos que outras empresas possam também buscar a melhoria na qualidade dos seus serviços”, informou Duarte Júnior, ressaltando que a política do governo Flávio Dino é no sentido de assegurar os direitos dos consumidores maranhenses.

Para a coordenadora da Vigilância Sanitária, Zilmar Pinheiro Rodrigues, a parceria entre os órgãos na troca de informações e a apuração dos casos têm sinto fundamentais e decisivas durante as ações.

Denúncia

O Procon orienta o cidadão que, ao verificar o descumprimento da lei, deve formalizar uma denúncia no Procon, localizado na Rua do Egito, 207, Centro. A denúncia também pode ser feita pelo aplicativo Procon-MA, pelo Portal do Consumidor (www.procon.ma.gov.br) ou pelas redes sociais (instragram: @proconmaranhao, twitter: @proconmaranhao e facebook: Procon Maranhão).

A Vigilância Sanitária também informa que denúncias podem ser feitas pelo número 3212-8282 ou em sua sede, no endereço Av. dos Franceses, 113 - Alemanha - São Luís/MA.

Nenhum comentário:

Postar um comentário