quinta-feira, 2 de julho de 2015

Eleições 2016: Gilberto Arôso e Carmem Arôso tentam ressuscitar o nome da família.

Os pretensos candidatos à Prefeitura de Paço do Lumiar, o ex – prefeito Gilberto Arôso e sua tia Carmem Arôso (ambos sem partido) estão no mato sem cachorro e desesperados pela mudança repentina no cenário político. Sem espaço no município e no estado e com a taxa de rejeição altíssima, o grupo “aroso” começa a enfrentar resistência. 

Mesmo morando no município vizinho São Luis, Gilberto Arôso e Carmem Arôso são visto diariamente andando pelo município em busca de apoio para tentar viabilizar o projeto político da família que dominou o município por várias décadas. 

Os defensores da candidatura de Gilberto e Carmem não esperam grande empenho do ex-prefeito e da sua tia na construção de um grupo sólido, muitos acreditam que projeto da dupla pode cair na indicação de vice em uma chapa majoritária. A estratégia de tentar colar a imagem dos dois como pretensos candidatos a prefeito no município já começa a ficar fora de cogitação.

Outra estratégia da dupla é tentar emplacar seus nomes no PDT, partido da base do governo e que possui uma grande força no estado. O grupo “Arôso” pretende ganhar espaço na legenda através de Aziz Santos que é casado com uma das filhas de Carmem Arôso, e possui uma grande influência com o comandante supremo do PDT maranhense, o deputado federal Weverton Rocha.

A sobrevivência da família “Arôso” está nas mãos do PDT, partido no qual eles já traíram. Suas maiores vítimas foi o falecido ex – governador Jackson Lago, e o próprio deputado Weverton Rocha que conseguiram emplacar a senhora Bia Arôso como prefeita da cidade em 2008. Porém, na volta de Roseana Sarney ao governo, tomaram um pé na bunda da família, que zombou e tripudiou no momento da cassação do mandato da maior referência do partido no estado "O eterno governador Jackson Lago".

Com discurso de mudança e renovação, nas eleições de 2014 para governo do estado, membros do PDT -Partido Democrático Trabalhista, caso confirmem, a ida de Gilberto e Carmem para legenda, irão dá espaço a velha oligarquia Arôso em Paço do Lumiar. Se eleitos, vão garantir a continuidade ou a volta ao poder de uma tradicional força política no município, mantida ao longo dos anos com o apoio da família Sarney.

Nenhum comentário:

Postar um comentário