terça-feira, 23 de junho de 2015

Moradores de Paço do Lumiar denunciam a precariedade do sistema de transporte público.



Usuários do transporte público do município de Paço do Lumiar reclamam da falta de transporte coletivo de qualidade para atender aos moradores da região. Mesmo as vans, veículos autorizados para o serviço, estão sucateados e sem condição de amenizar o problema.

Reclamações 

Os condutores do transporte alternativo que atuam em Paço do Lumiar, têm sido alvos de inúmeras críticas por parte da população que utiliza o serviço. A insatisfação tem origem em práticas cotidianas que põem em risco a vida de quem precisa recorrer às vans para chegar em casa, ao trabalho, escola, faculdade, etc. Entre as queixas mais recorrentes está o excesso de velocidade. 

Segundo relatam pessoas que não quiseram ter suas identidades reveladas, por fazer uso dos veículos diariamente, alguns motoristas que rodam na clandestinidade ou por cooperativas, rompem os limites de velocidades quando estão “disputando passageiros”. Como se não bastasse os riscos do excesso de velocidade, muitos afirmam terem sido destratados por motoristas ou cobradores “estressados” por mais de uma vez. 

Apesar das queixas feitas pela população usuária dos transportes, cabe reportar também casos de condições precárias de trabalho às quais muitos cooperados ou clandestinos estão expostos. Horas excessivas de trabalho, ausência de direitos trabalhistas e falta de segurança são os principais problemas enfrentados por quem trabalha com transporte alternativo nesse contexto. 

No município de Paço do Lumiar essa situação tem tomado contornos dramáticos. Curiosamente, os órgãos competentes da cidade, fazem vista grossa para a situação e nada é feito para coibir práticas ilícitas no transporte público. 

Acompanhe a reportagem

Nenhum comentário:

Postar um comentário