segunda-feira, 18 de maio de 2015

Maranhão recebe 10 ministros em 4 meses e reforça parcerias entre Estado e União.

Em quatro meses de gestão Flávio Dino, o Maranhão recebeu 10 ministros para anunciar parcerias entre o Estado e a União e integrar o Maranhão aos programas para o desenvolvimento do país. Com bom trânsito em Brasília, o governador abre as portas do Maranhão para a presença de comandantes de importantes pastas no Governo Federal e seja prioridade nas políticas de correção das desigualdades sociais acumuladas durante as últimas décadas.

Semana passada, por exemplo, o ministro da Previdência Social foi recebido na cidade de Porto Franco, no sul do Maranhão, para inaugurar a nova Agência da Previdência Social no Estado. Carlos Eduardo Gabas, responsável pela pasta, vem ao Estado a convite de Flávio Dino para conhecer a realidade do Estado e anunciar novas ações.

Na última semana, outros dois ministros também visitaram importantes municípios maranhenses. Kátia Abreu (Agricultura, Pecuária e Abastecimento), esteve em Balsas para conversar com produtores do Estado sobre a implantação do Plano de Ações direcionado à região do MATOPIBA – Maranhão, Tocantins, Piauí e Bahia. Os quatro Estados integram o projeto nacional de produção, industrialização, armazenamento e exportação de produtos agrícolas estratégicos para dinamizar a economia brasileira.

Artur Chioro, ministro da Saúde, esteve em Imperatriz e Montes Altos na última quarta (13) para dialogar com a classe médica e iniciar a campanha nacional de Vacinação Indígena pela aldeia São José, no Maranhão. Além de ouvir as demandas da região Tocantina por parte dos médicos e dos usuários, Chioro também fez uma avaliação dos primeiros meses da gestão da Saúde Pública Estadual com a equipe do atual Governo. O ministro já havia estado em março em São Luís e conversado com o secretário de Saúde, Marcos Pacheco, em Brasília.

Lá em Brasília hoje é reconhecido que o Maranhão tem uma equipe de Saúde a se parabenizar. Inclusive pelas prioridades que foram estabelecidas agora no Estado. A gente tá muito mais seguro quando tem clareza nas prioridades na área da Saúde como agora o Governo do Maranhão passa a ter,” ressaltou o ministro da Saúde durante reunião com a classe médica de Imperatriz.

A Cultura Maranhense também foi prestigiada nesses primeiros meses, com a visita do ministro Juca Ferreira e o anúncio de mais de R$ 133 milhões para o setor no ano de 2015. Serão 44 ações em requalificação urbana, obras em igrejas, fortalezas, estação ferroviária, monumentos e imóveis tombados através do Programa de Aceleração do Crescimento.

Além deles, estiveram no Maranhão George Hilton representante da pasta do Esporte, Nilma Lino Gomes da Igualdade Racial, Valdir Simão da Controladoria Geral da União, Manoel Dias do Trabalho e Emprego, Mangabeira Unger de Assuntos Estratégicos e Eleonora Menicucci do Ministério da Mulher.

Cada um deles conheceu o Maranhão e trouxe ao Estado investimentos em seu setor, entre inaugurações de novos serviços, anúncios de parceria ou celebração de pactos para integrar o Maranhão aos programas federais, que durante os últimos anos foram abandonados ou negligenciados.

Quando esteve no Maranhão para o Fórum de Inclusão de Jovens no Mercado de Trabalho, o ministro Manoel Dias refletiu sobre o novo momento que vive o Estado. “O Maranhão vive realmente um novo momento. O Governo Federal e o Governo Estadual, estão irmanados numa política que ousa sonhar com mais qualidade de vida para o Maranhão. E para além disso, os dois entes trabalham juntos e realizam,” afirmou em visita a São Luís.

Nenhum comentário:

Postar um comentário