quinta-feira, 21 de maio de 2015

Cenário desfavorável coloca Thalyta Laci em desespero na cidade de Raposa.

Thalyta Laci preocupada com a eleições municipal de 2016 em Raposa.
Apesar do cenário desfavorável devido ao desgaste da ex – prefeita Thalyta Laci (PC do B), que ficou um pouco mais de 2 meses à frente do executivo municipal de Raposa, agora a ex – gestora sofre com o distanciamento de uma boa parte do seu grupo político. 

Desesperada com a situação, alguns aliados que ainda sobraram no grupo da ex-prefeita tapetão, tentam envolver o Governador Flávio Dino numa suposta armação para o retorno do grupo ao poder. A boataria é tanta que houve diversas queimas de fogos de artifício, tudo baseado numa hipótese de que o Governador ao fazer uma visita (no domingo) na cidade de Raposa teria assegurado ao grupo Laci que a prefeita tapetão seria novamente empossada até quarta-feira. 

A estratégia é manter o grupo unido para disputa municipal em 2016. Porém, a manobra não está dando muito certo, e aliados antigos do grupo Laci começam a se afastar e procuram novos horizontes. 

Por mais que os apoiadores do grupo Laci queiram transmitir uma realidade inexistente, os dados falam por si só. Thalita Laci não representa mais a renovação no município, a imagem da ex – prefeita está desgastada administrativamente. Nas redes sociais, existem uma meia dúzia de pessoas que ocuparam cargos no pouco tempo do seu governo, que defendem e tentam limpar sua imagem, mas são pisoteadas diante da revolta social. 

Thalyta Laci não tem ideia dos prejuízos que foi sua administração, quando colocou seus dois irmãos para ser secretários, e o seu pai o “homem forte” do governo, não cumprindo seus acordos políticos. A saúde foi o bixo-papão, hospitais sem médicos, medicamento, insumos hospitalares, profissionais com salários atrasados foram marcas da sua gestão. Em resumo, nenhuma secretaria municipal funcionou como deveria, mas estavam superlotadas de seus defensores, que boa parte acabou não recendo seus salários.

As coisas não estão boas, a opinião pública e a classe política da cidade rejeita sumariamente seu modo de governar, mesmo assim, Thalyta Laci ainda ousa em dizer que será a “renovação” em 2016. Essa linha de raciocínio, no entanto, não é compartilhada pela população raposense. 

Um bom exemplo, foi a multidão que saiu às ruas para comemorar o retorno do prefeito Clodomir de Oliveira, que mostrou que sua rival não sabe como administrar uma cidade. 

Acompanhe o vídeo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário