segunda-feira, 6 de abril de 2015

Crise na Raposa: Funcionários da Educação revoltados com descontos absurdos nos contracheques.

Prefeita Thalyta Laci
Funcionários da Rede Municipal de Educação de Raposa, tiveram uma surpresa ás vésperas do feriado da semana santa, ao receberem os contracheques do mês de abril, os salários vieram com valor mais baixo. Ao comparar os valores recebidos nos meses anteriores, os funcionários perceberam que a administração municipal, sem nenhuma justificativa, subtraiu seus direitos.

Muitos não entenderam os motivos da redução do salário, e tiveram um susto com os descontos absurdos no valor dos seus vencimentos mensais. O que causa estranheza, é quem não houve nenhuma justificativa prazível, para tal ato, já que o “sagrado” repasse do FUNDEB, foi normalmente para as contas do município, como mostra o SISBB ( Sistema de informações Banco do Brasil).

Acompanhe na integra

Mesmo com o repasse em dias, ninguém entendeu o motivo dos descontos
De acordo com informações, teve funcionário que chegou a ser descontado mais de R$ 600 reais do seu salário mensal, fator que deverá motivar protestos da classe e também uma ação na justiça para responsabilizar o governo por perdas e danos.

Governo

A administração municipal, ainda não se pronunciou oficialmente para esclarecer os descontos absurdos na folha de pagamento do mês de abril. O silêncio até o momento é arma utilizada pela gestão de Thalyta Laci (PC do B), que demostra mais uma vez, sua falta de compromisso com a classe dos trabalhadores da educação. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário