quarta-feira, 22 de abril de 2015

Caso Clodomir: Depois de muita confusão TRE - MA julga embargos, mas nova manobra tenta impedir que ex - prefeito recorra ao TSE.

Advogados da prefeita Thalyta Laci, entraram com os agravos no processo para impedir que Clodomir recorra ao TSE.

Depois de muita confusão o TRE - MA julgou os embargos, agora advogados da prefeita tentam impedir que Clodomir recorra ao TSE.
Conforme esperado pelo grupo do ex – prefeito Clodomir Oliveira (PRTB), na tarde desta quarta-feira, 22 de abril, depois de muita confusão dentro e fora da sede do Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão, a corte eleitoral manteve a decisão que cassou o diploma do ex – prefeito de Raposa, após a desembargadora eleitoral Alice Rocha apresentar voto no Embargos de Declaração interposto no processo 697-31/12.

No início do julgamento um dos desembargadores que foi a favor da decisão que manteve a cassação do diploma do ex – prefeito, havia pedido vista do processo, mas devido a manifestação do lado de fora do Tribunal, pelo moradores do município que solicitavam o imediato julgamento dos embargos de declaração, os desembargadores decidiram retornar o julgamento do processo.


Moradores da Raposa voltaram a fechar as avenidas para chamar a atenção dos desembargadores.
Acompanharam o entendimento de Alice Rocha os desembargadores eleitorais Clodomir Reis e Eulálio Figueiredo. Guerreiro Júnior, Daniel Leite e Eduardo Moreira estavam impedidos de funcionar neste julgamento.

Porém, os advogados da prefeita Thalyta Laci (PC do B) entrou com os agravos no processo, para que o ex – prefeito Clodomir Oliveira não recorra ao Tribunal Superior Eleitoral - TSE. Neste momento a uma grande movimentação na Corte Eleitoral para que seja decido, se o ex – prefeito vai poder ou não recorrer ao TSE, mesmo com os agravos apresentados pelos advogados da prefeita Thalyta Laci.

Daqui a pouco, novas informações!

Nenhum comentário:

Postar um comentário