terça-feira, 24 de março de 2015

Estrada da Fome no interior do Maranhão, é destaque no Repórter Record Investigação.

A estrada da fome construída pela oligarquia Sarney, e os maranhenses que vivem na extrema pobreza.

O Repórter Record Investigação desta segunda-feira (23), percorreu a Estrada da Fome no interior do estado do Maranhão para mostrar quem são as pessoas que sobrevivem à base de farinha e água suja no Brasil.

Eles ainda são “invisíveis”, têm nome e sobrenome, mas não possuem absolutamente nada para comer. Segundo o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), mais de sete milhões de brasileiros ainda passam fome no País. São adultos e crianças em condições de extrema pobreza, sendo a situação mais crítica localizada no interior do Maranhão.

Após três meses de investigação, os repórteres Daniel Motta e Heleine Heringer enfrentaram quase cinco mil quilômetros de estradas esburacadas e de terra para chegar às cidades mais isoladas e pobres do Brasil. O programa mostra depoimentos inéditos sobre a luta permanente e desesperada dessas famílias para conseguir se alimentar e revela a face mais cruel da fome: a exploração sexual de meninas em troca de comida.

Em uma entrevista exclusiva, o jornalístico exibe ainda entrevista exclusiva com um homem que cometeu essa brutalidade. 

Acompanhe a reportagem.

3 comentários:

  1. isso é culpa das autoridades que por protege um ao outros da nisso

    ResponderExcluir
  2. https://www.facebook.com/photo.php?fbid=948758995165091&set=a.263691383671859.65052.100000929973410&type=1&theater

    ResponderExcluir
  3. Como podemos ajudar esse povo?? Quais são essas cidades??? Já foi enviado alguma coisa para essas pessoas??? E se enviássemos sementes para essas pessoas??? Eu quero o endereço delas, vocês tem??

    ResponderExcluir