terça-feira, 10 de fevereiro de 2015

Flávio Dino demite filho do ex - deputado Domingos Dutra do ITERMA.

Governador Flávio Dino começa a se afastar de Domingos Dutra.



Apesar de dá uma extensa explicação ao jornalista Diego Emir, o ex-deputado federal Domingos Dutra, não conseguiu convencer seus amigos e correligionários de que foi ele quem pediu demissão e não fora demitido pelo governador Flávio Dino (PC do B) do cargo que ainda nem tinha assumido em Brasília, o de Secretário-Chefe de Representação Institucional no Distrito Federal.

Domingos Dutra enviou carta de demissão a Flávio Dino na última quinta-feira. No documento o ex-deputado alega razões pessoais. “Eu quero deixar bem claro, eu não fui exonerado, eu desisti de assumir o cargo por questões que não vou expor a imprensa e deixarei reservada ao governador, através da minha carta”, declarou.

Dutra se viu enrascado com aliados próximos do governador comunista depois de se posicionar, em entrevista ao jornal Folha de São Paulo, sobre reportagem denunciando a contratação de parentes de secretários estaduais. “Do ponto de vista jurídico, é evidente que não caracteriza nepotismo. Sob o ponto de vista político, não deixa de ser um certo incômodo, porque afinal de contas a gente vinha se debatendo com o grupo Sarney”.

A declaração de Dutra teria causado um mal estar dentro do governo Dino e azedado as relações entre os dois.

Para piorar ainda mais a situação, no último dia 06 de fevereiro, o filho de Dutra foi demitido do ITERMA – Instituto de Terras do Maranhão. Domingos Francisco Dutra Neto, ocupava o cargo em comissão de Chefe da Divisão de Ação Fundiária IV, Símbolo DAS-3. O ato foi publicado no Diário Oficial. Dutra jura de pés juntos que vai atuar como advogado na região do Maiobão e Paço do Lumiar, mas é bem provável que ele mire sua metralhadora giratória contra o governo Dino, governo que ele ajudou eleger.

Veja a publicação.


Nenhum comentário:

Postar um comentário