terça-feira, 22 de julho de 2014

Repórter é proibido de falar na rádio Cultura do Maiobão.

Carlos César era repórter da Radio Cultura FM. 
Após se negar a fazer um trabalho de espionagem para Stenio Kavazak, um dos donos da rádio Cultura e assessor de comunicação do prefeito de Paço do Lumiar, Josemar Sobreiro, o repórter Carlos César foi demitido e proibido de participar da programação da rádio.

Segundo apurou o blogue, o repórter fazia uma reportagem sobre o cumprimento de um mandado de reintegração de posse contra Robério Carlos (clique aqui e veja), o Bigode, na sexta-feira (18), quando recebeu um telefonema de Stenio pedindo para que ele gravasse com um gravador escondido, o áudio do discurso do líder comunitário Inaldo Pereira e enviasse para o prefeito Josemar utilizar num processo criminal contra ele. “ Rapaz vê se tu grava esse negocio aí que esse Inaldo está esculhambando o prefeito, eu tô aqui com ele”, disse Stênio.

4 comentários:

  1. ESSA DENUNCIA TEM QUE SER LEVADA ADIANTE, A RÁDIO É COMUNITÁRIA NÃO PERTENCE A PREFEITO E MUITO MENOS STENIO. TEM QUE DENUNCIAR

    ResponderExcluir
  2. Meu Deus a coisa ai tá ficando cada dia tenso, isso vai acaba dando merda

    ResponderExcluir
  3. Hoje acompanhando a programação da rádio dois ouvintes foram tirados ao vivo do ar, o Ministério Público precisa saber disso. Chegou a hora meu povo, o momento é único vamos pra rua e mudar nossa história. FORA JOSEMAL

    ResponderExcluir
  4. João de Deus . Mov. SOS Paço do Lumiarquarta-feira, julho 23, 2014

    O que é isso, virou DITADURA Militar. Faço uma pergunta: A quem pertence a Radio Cultura de Paço do Lumiar. NÃO. Não acredito que o Carlos Cesar esta sendo retaliado por não cumprir uma ordem dessa. Isso é digno do "007" . Cesar, faça o curso de detetive. A que ponto chegamos...

    ResponderExcluir