sexta-feira, 16 de maio de 2014

Vereador Jorge Maru poderá ter o diploma cassado pela Justiça Eleitoral por dupla filiação.

A informação é do Sistema de Filiação Partidária (Filiaweb) da Justiça Eleitoral. O vereador de Paço do Lumiar, Antonio Jorge Lobato Ferreira, está “sub Judice” por dupla filiação partidária e poderá ter o diploma cassado pela Justiça Eleitoral.

Segundo o Filiaweb, Jorge Maru filiou-se ao PRB - Partido Republicano Brasileiro em 02 de outubro de 2011, partido no qual foi eleito vereador. Mas, em 23 de outubro de 2013, o edil assinou a ficha do PROS. O registro do vereador em dois partidos já foi detectado pelo Sistema de Filiação Partidária (Filiaweb) do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Os suplentes da coligação, já estão de olho nos próximos passos do vereador.
 
A situação do vereador Jorge Maru é muito delicada, hoje (16) na plenária da Câmara Municipal o edil afirmou sua pré - candidatura a deputado federal, porém esqueceu da sua dupla filiação que poderá acabar com a sua carreira política.

Veja o documento.



O vereador tem uma filiação no PRB e esta "sub judice"
O vereador também tem uma outra filiação no PROS atual partido que está "Sub Judice"

6 comentários:

  1. Nossa senhora quanta burrice desse vereador, menino inocente vamos ser burro mais não tanto. Cometer esse erro é pedir pra sai do cargo de vereador

    ResponderExcluir
  2. Vixe mas agora o grupo do prefeito vai pra cima e com tudo, esse ai vai ser caso perdido e já pode preparar o suplente que vai assumir

    ResponderExcluir
  3. burro é esse blogueiro, que não observa que é duas pessoas distintas, olha o número do título de eleitor e nome..... cara mais tu é burro demais. Um é ele o outro é o filho dele. kkkkkkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É João de Deus se nota quem é o burro! O nome melhor seria jumento, mas no caso cairia bem pra você de onde você tirou essa loucura, kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

      Excluir
  4. Isso é o resultado de quem vive armando pra cima dos outros, isso que dá. Agora poderá ter o mandato cassado por dupla filiação

    ResponderExcluir
  5. Nada acontecerá , ficará como o caso do vereador Charuto tudo comprovado e o caso dormindo nas gavetas do poder judiciário.

    ResponderExcluir