sábado, 26 de abril de 2014

Propostas para Programa de Governo foram construídas ouvindo a população.

Em coletiva de imprensa realizada na manhã desta quarta-feira (23), o pré-candidato a governador do Estado, Flávio Dino (PCdoB) destacou a participação da população na construção das 53 Propostas para um Maranhão com Desenvolvimento e Justiça Social. As diretrizes que servirão de base para a Proposta de Governo foram organizadas a partir do Movimento Diálogos pelo Maranhão que, em pouco mais de um ano, reuniu mais de 30 mil pessoas em 100 municípios de todas as regiões do estado.

“Esse documento é fruto de uma grande mobilização social em todo o estado num sonho conjunto de busca de mais justiça social. Buscamos, com isso, promover desenvolvimento com justiça social”, explicou Flávio Dino. Ele apresentou todas as propostas e a fonte de recursos para a implantação de cada uma delas.

Para Roberto Rocha (PSB), pré-candidato ao Senado pela oposição, defendeu a participação popular para a elaboração das diretrizes das Propostas por um “Maranhão de Todos Nós”. “É preciso a alternância de poder para que as pessoas se destaquem na sociedade. Esse aqui é o primeiro passo para um governo democrático e que ouve as pessoas. Lançamos as ideias colhidas durante os debates no Diálogos pelo Maranhão e continuaremos conversando sobre o estado nos próximos eventos”, disse.

A apresentação das propostas foi acompanhada por lideranças políticas e entidades civis da capital e interior do estado. O vice-prefeito de Imperatriz, Pastor Porto (PPS), os deputados estaduais Marcelo Tavares (PSB), Raimundo Cutrim (PCdoB), Bira do Pindaré (PSB), Carlinhos Amorim (PDT), os dirigentes de partidos Julião Amin (PDT), Paulo Matos (PPS), Márcio Jerry (PCdoB), Wagner Lago (PPS), Zé Vieira (PROS), Márcio Jardim (PT Nacional) e Lúcia (PTC) estiveram presentes na coletiva de imprensa.

Conheça as Propostas

As diretrizes destacam ações nas áreas da Saúde, Educação, Segurança, Moradia e Desenvolvimento Econômico. O texto aborda ainda a adoção de um governo pautado no planejamento de ações, cumprimento de metas, através de uma gestão administrativa honesta, transparente e competente, com valorização real dos servidores públicos.

Durante a apresentação, Flávio Dino explicou como será o financiamento dessas ações. Entre os pontos destacados estão o combate à corrupção e gastos excessivos de autoridades governamentais, a captação eficiente de recursos federais, reorientação do orçamento estadual, de acordo com as novas prioridades; crescimento da arrecadação tributária, sem aumento de impostos; entre outros.

O documento aponta como prioridades o incentivo à produção no campo, com a reestruturação de todo o sistema administrativo de apoio e assistência técnica à agricultura familiar, com destaque à Agência Estadual de Pesquisa Agropecuária e de Extensão Rural do Maranhão – AGERP e ao ITERMA.

Flávio Dino defende a criação das Universidades estaduais regionalizadas, com orçamento próprio, autonomia administrativa, com ampliação do número de vagas públicas e gratuitas. Outra proposta apresentada mostra a preocupação em promover educação profissionalizante como prioridade do sistema.

Também presente nas propostas, a viabilização de 200 unidades habitacionais em parceria com o Governo Federal, através do Minha Casa, Meu Maranhão. O documento também aponta ações para a Saúde e Segurança. No primeiro, aumento da oferta de vagas no curso de Medicina da Uema, melhoria do acesso à atenção básica para a população, criação do Mais Médicos Estadual, com garantia aos médicos de uma carreira bem remunerada.

Para a segurança, a implantação ao Pacto Pela Vida que estabelecerá um novo modelo de governança da segurança pública no Estado. A proposta de Flávio Dino é de construir as ações de forma pactuada com a sociedade, em articulação permanente com o Poder Judiciário, o Ministério Público, a Defensoria Pública, a Assembleia Legislativa, os municípios e a União. O Maranhão será dividido em Áreas Integradas de Segurança, cada uma com meta de redução de crimes, que receberão recursos e efetivo policial de acordo com suas necessidades.

Veja o vídeo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário