sábado, 26 de abril de 2014

Prefeitos do Maranhão se reúnem para elaborar pautas de reivindicações.

A Famem reuniu prefeitos de todas as regiões do estado para discutir problemas de cada município que serão levados à Brasília para serem debatidos com representantes do Governo Federal.

Prefeitos de todas as regiões do Maranhão estiveram reunidos durante a manhã desta quinta-feira (24) no Hotel Premier, em São Luís, com o objetivo de elaborar uma pauta de reivindicações e diretrizes que será levada à Brasília na XVII Marcha dos Prefeitos e Prefeitas do Brasil. A Marcha será realizada entre os dias 12 e 15 de maio, no Centro Internacional de Convenções do Brasil, na capital federal.

Para o presidente da Famem - Federação dos Municípios do Estado do Maranhão e prefeito de São José de Ribamar, Gil Cutrim, a elaboração da pauta de reivindicações é importante e chama atenção dos gestores federais sobre os problemas enfrentados por cada município. “Dessa forma poderemos absolver as propostas de cada um sobre o fortalecimento do municipalismo no Brasil”, disse.

“A Marcha dos Prefeitos e Prefeituras é um momento único, através do qual, gestores de todo o Brasil podem unir forças e, desta forma, cobrar, de maneira muito mais eficiente, as ações necessárias”, acrescentou Gil Cutrim.

O prefeito de Paço do Lumiar, Josemar Sobreiro, destacou que reuniões como essa reforçam a necessidade de mudança que cada gestor deseja em seu município. “Com as discussões e debates podemos opinar e propor mudanças nas áreas mais necessitadas do nosso município com os gestores federais e assim cobrar providências de maneira muito mais eficiente”, disse.

A Marcha, que nesta edição de 2014 tem o tema “A Crise nos Municípios e a Conjuntura Eleitoral”, se diferencia pelo fato de ser um ano eleitoral e os gestores públicos, durante o evento municipalista, terão a oportunidade de participar de encontros com políticos que deverão disputar o cargo de Presidente da República.

Em pauta, assuntos como abastecimento de água, saúde, saneamento básico e mobilidade urbana foram os mais debatidos pelos prefeitos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário