terça-feira, 29 de abril de 2014

Pescadores e Marisqueiras de Timbuba participam de capacitação.

A capacitação reuniu 25 pessoas, entre pescadores e marisqueiras, e foi dividida em módulos de aula teoria e prática sobre o processamento e beneficiamento do pescado, e confecção, reparação e manutenção de redes de emalhar. O curso foi realizado no Centro de Beneficiamento de Mariscos e Pescado de Timbuba.

Marisqueira há vinte e cinco anos, dona Rosa Maria dos Santos, 45, disse que, apesar de não trabalhar diretamente com o peixe, aprendeu nas aulas como fazer a filetagem e a higienização correta do produto e a tecer redes. “Nos três dias de curso, aprendi como beneficiar o pescado, para que ele chegue saudável à mesa do consumidor. A confecção de redes foi uma terapia para todos nós”, pontou.

O curso é uma promoção do Ministério da Pesca e Aquicultura (MPA), desenvolvido em parceria com a Secretaria de Estado de Pesca e Aquicultura do Estado do Maranhão (SEPAQ) e Secretaria Municipal de Agricultura, Pesca e Abastecimento de Paço do Lumiar (SEMAPA). Ainda neste semestre, pescadores de Iguaíba, Mojó e Maioba de Mocajituba, também serão capacitados.

A coordenadora da Pesca da SEPAQ, Fátima Duarte, contou que as capacitações em pesca, aquicultura e piscicultura são levadas para todas as cidades maranhenses que possuem projetos na área, com o objetivo de qualificar o trabalhador para que ele possa incrementar ainda mais a renda mensal. “Paço do Lumiar foi um dos municípios que apresentou maior interesse pela capacitação, e isso mostra o comprometimento dos seus gestores para o desenvolvimento e ações de fortalecimento do setor”, ressaltou.

Mais ações – Durante a entrega de certificados, a secretária de Agricultura, Pesca e Abastecimento de Paço do Lumiar, Rosany Aranha, anunciou mais benefícios para o município nos setores agrícola e pesqueiro, como a revitalização dos cinco portos marítimos, tornando-os atrativos turísticos da região metropolitana e favorecendo escoamento pescado.
 


“O município receberá também, um “Caminhão do Peixe”, e mais dois carros, para o transporte da feire livre e produtos refrigerados. São ferramentas conquistadas pela gestão, que vêm para subsidiar as atividades do produtor local e movimentar a economia do município”, completou Rosany.

Nenhum comentário:

Postar um comentário