sexta-feira, 28 de março de 2014

"Viva a democracia", diz Flávio Dino sobre decisão da justiça que obrigou jornal de Sarney a publicar direito de resposta.

O pré-candidato ao governo do Maranhão pela oposição, Flávio Dino, comemorou a decisão judicial que determinou ao jornal da família Sarney que publicasse o direito de resposta do comunista. Dino foi vítima de um factoide sobre suposto uso indevido de diárias pagas pela Embratur para se hospedar em um hotel de luxo, em Teresina.

Mesmo com o desmentido da Embratur, o jornal se recusava a publicar as explicações de Dino. Nesta sexta-feira, o EMA cumpriu a decisão judicial e publicou o direito de resposta na coluna 'Estado Maior'. 
No facebook, ao comentar a decisão da justiça, disse que espera que as agressões. "Política não vale-tudo, não é guerra. Essa política da perseguição e do ódio, que eles fazem, deve ficar no passado", disse.

Confira.

VIVA A DEMOCRACIA!

Tive que ir à Justiça para obter um direito de resposta no jornal do nosso adversário, em razão de uma grave calúnia. A liminar foi deferida e hoje a minha resposta saiu publicada.

O direito de resposta é garantido pela Constituição e pela ética jornalística. Espero que isso seja reconhecido por eles a partir de agora.

Espero, também, que cessem as agressões, inclusive as que atingem a imagem de um órgão público, a Embratur. Que respeitem seus funcionários.

Repito: política não é "vale-tudo", não é uma guerra. Não há sentido nesse discurso de mentiras e ódio que fazem diariamente contra mim.

Não acho normal ser caluniado, difamado, injuriado, por um jornal que circula há tantos anos, como “O Estado do Maranhão”.

Quero debater os problemas do Maranhão e como resolvê-los. Essa política da perseguição e do ódio, que eles fazem, deve ficar no passado.
 
Por Gilberto Lima - Blog

Nenhum comentário:

Postar um comentário