sexta-feira, 28 de fevereiro de 2014

Policia Civil prende mais outro suspeito de assaltar agência do Bradesco no Maiobão.

Foi preso Josenilson Rocha Durans. Na segunda-feira (24), a polícia prendeu Wanderluz Gomes da Silva. 

Pedro Sobrinho / Imirante.com

Policiais civis prenderam nesta sexta-feira (28), Josenilson Rocha Durans, conhecido como "Nilsinho Pezão, natural de Pinheiro. Ele é suspeito de participar do assalto na agência do Bradesco, no bairro do Maiobão, município de Paço do Lumiar, ocorrido no último dia 19. Ele foi preso dirigindo uma Van em uma barreira da BR-135, nas proximidades de Entrocamento. Foram apreendidos em poder dele uma revólver e uma pistola .40.

Em depoimento ao delegado Luís Jorge, da Departamento de Roubos a Bancos, Josenilson que os R$ 100 mil que teria ficado do roubo estava em poder de uma prostituta contratada por ele para que pegasse o dinheiro, onde havia guardado. O delegado não acreditou na versão dele. Luís Jorge acredita que o assaltante tenha escondido o dinheiro em algum lugar e que seria utilizado para pagamento de um advogado para o retirar da cadeia. Josenilson tem mandados de prisão decretados pela Justiça do Maranhão por homicídio, latrocínio [roubo seguido de morte], além de participação em vários e explosão de caixas eletrônicos em agências bancárias no Maranhão.

Também foi preso, na última segunda-feira (24), em uma quitinente no bairro da Cidade Operária, homem identificado como Wanderluz Gomes da Silva, de 33 anos. Ele foi encontrado o revólver do vigilante da agência bancária e R$ 40 mil em espécie.

O assalto ao Bradesco surpreendeu pela ousadia dos criminosos. De acordo com testemunhas, os bandidos entraram de terno e gravata no estabelecimento para consolidar o assalto. De acordo com informações da Polícia Militar, a dupla rendeu três seguranças e conseguiu fugir com, aproximadamente, R$ 160 mil.

Durante o assalto, os suspeitos renderam os três vigilantes. Os criminosos teriam levado as armas dos vigilantes e 36 munições e na fuga usaram uma motocicleta que ainda não teria sido identificada. Eles conseguiram fugir usando um carro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário