quinta-feira, 13 de fevereiro de 2014

Disputa pior que briga de foice no escuro entre Arnaldo Melo e Luis Fernando pelo mandato-tampão de Governador do Maranhão.

Arnaldo Melo: “Vou ser candidato a governador”
A briga pelo mandato-tampão de Governador do Maranhão está feia lá pras bandas do PMDB. Como já era de se esperar, Arnaldo Melo (presidente da Assembleia Legislativa) está empreendendo muita força para sentar na cadeira de Roseana Sarney e passar a perna em Luís Fernando – queridinho de Roseana Sarney para o posto.

O caso está tão avançado que ontem, no tão comentado almoço entre Luís Fernando e Arnaldo Melo, o presidente da Assembleia Legislativa foi peremptório: “Serei candidato a governador”, disse Arnaldo a Luís Fernando.

Foi uma conversa dura, em que nenhum dos dois arredou o pé do sonho de comandar o Palácio dos Leões. Nem que seja por breves 8 meses.

Na verdade, o que Luís Fernando esperava era que Arnaldo Melo abrisse mão de ser candidato a governador e, para isso, ofereceu-lhe muitas vantagens. Mesmo com a investida, a resposta de Arnaldo foi negativa. E continua a articulação para eleger-se governador com o voto dos deputados.

Furioso com Arnaldo Melo, o Luís Fernando em pessoa disparou ligações para deputados para ordenar que não votassem em Arnaldo Melo e que o elegessem governador.

O blog conseguiu apurar o nome de pelo menos três que receberam o “enquadramento” de Luís Fernando: Neto Evangelista (PSDB), Rigo Teles (PV) e Alexandre Almeida (PSD).

No caso de Neto Evangelista, o caso foi um pouco pior. Diante da rejeição de Evangelista, Luís Fernando teve que ligar para Maura Jorge (sogra de Evangelista) para conseguir seu objetivo.

As articulações para decidir quem será o sucessor de Roseana estão intensas. E enquanto você, leitor, está aqui lendo esta postagem – deputados, governantes e assessores se engalfinham em nome do poder.

Informações. Blog do Marrapá

Nenhum comentário:

Postar um comentário