quarta-feira, 22 de janeiro de 2014

Ricardo Murad cancela reunião em Teresina para não ser desmascarado e impasse continua.

Capital do Piauí cobra pagamento de R$ 8 milhões do atendimento de pacientes do Maranhão com câncer.

Redação. redacao@cidadeverde.com

Noé Fortes iria representar Teresina na reunião nesta quarta
A Prefeitura de Teresina informou que a reunião marcada com o Governo do Maranhão para hoje (22) foi desmarcada. O encontro visa resolver o impasse que envolve a compensação financeira do Sistema Único de Saúde (SUS). No início do mês, a capital piauiense passou a recusar atendimento de novos pacientes do Maranhão com câncer, exceto em casos de urgência.

O cancelamento ganhou destaque principal na página da Prefeitura de Teresina, com o título "Mais uma vez Maranhão cancela reunião com Secretaria de Saúde de Teresina", dando o tom da insatisfação do Município com o cancelamento, que teria sido desmarcado pelo secretário de Saúde do Maranhão, Ricardo Murad.

Teresina reclama uma dívida de R$ 8 milhões do Maranhão, referente ao atendimento de pacientes com câncer atendidos na capital do Piauí, que cobra o cumprimento de um acordo firmado em 2010. O pagamento estaria atrasado desde abril de 2011.

A Prefeitura de Teresina divulgou um comunicado enviado pelo coordenador geral de Planejamento e Programação de Ações do Ministério da Saúde, Marcos Marinho. "“A pedido do Sr. Ricardo Murad, informamos o cancelamento da reunião no MS, tendo em vista a necessidade de adequações técnicas do Estado para posicionamento junto a Secretaria de Saúde de Teresina e Ministério da Saúde. (...) pedimos novamente desculpas pelo transtorno e esperamos dar posicionamento o mais breve possível sobre este processo”.

O Município estima que 30% dos 3.500 pacientes de câncer atendidos na capital são do Maranhão.

Impasse se prolonga

Na semana passada, o prefeito Firmino Filho lembrou que enfrenta a falta de diálogo com o Maranhão desde os tempos de presidente da Fundação Municipal de Saúde, cargo exercido por ele entre 2009 e 2010.

Na semana passada, Ricardo Murad reagiu e disse que o secretário Noé Fortes estaria mentindo sobre o assunto. No Facebook, ele criticou a capital piauiense e seu modelo de saúde.

Veja o vídeo da reportagem completa.


Nenhum comentário:

Postar um comentário