terça-feira, 7 de janeiro de 2014

IMAGENS FORTES: Presos filmam decapitados em Complexo Penitenciário de Pedrinhas em São Luís; Veja o vídeo.

Informações: Folha de São Paulo



“Tem que ajeitar o foco”, diz um preso a um colega que acabara de ligar a câmera do celular em meio a um grupo de detentos rebelados.

Vencida a discussão técnica, o que se segue é um documento explícito do horror praticado no complexo de Pedrinhas, em São Luís, no Maranhão, onde 62 presos foram mortos desde o ano passado.

São dois minutos e 32 segundos em que os próprios amotinados filmam em detalhes três rivais decapitados. E se divertem exibindo os corpos –ou que restam deles.

O vídeo, gravado no dia 17 de dezembro, começa com os presos caminhando por dez segundos dentro da penitenciária. Para preservar suas identidades, tomam o cuidado de exibir apenas os pés.

No foco principal, um homem de chinelos pretos e bermuda branca dá passos apertados, até que no oitavo segundo da caminhada o chão verde molhado de água se transforma num piso ensopado de sangue.

Dois segundos adiante, a câmera se levanta abruptamente e mostra o saldo do motim no CDP (Centro de Detenção Provisória) de Pedrinhas, um bairro da zona rural da capital maranhense.

Estão lá, diante da câmera e de comentários em tom de comemoração, os corpos de Diego Michael Mendes Coelho, 21, Manoel Laércio Santos Ribeiro, 46, e Irismar Pereira, 34.

O gestão Roseana Sarney (PMDB) não quis comentar o vídeo, enviado ao governo pelaFolha. Disse apenas que imagens supostamente registradas em Pedrinhas estão sendo divulgadas e poderão ser alvo de inquérito para investigar a sua veracidade.

Cabeças Decapitadas.

 
As imagens, encaminhadas à Folha pelo Sindicato dos Servidores do Sistema Penitenciário do Estado do Maranhão, são chocantes.

Nas costas de um desses corpos, de bruços, estão duas cabeças, lado a lado. Elas são exibidas como troféus.

Ao lado, o terceiro decapitado ainda tem a cabeça encostada ao pescoço.

Um dos presos grita: “Bota [o corpo] de frente pra filmar direito”. Outro pede: “Não puxa a cabeça dele”.

Em vão. Um outro colega, também de chinelos, enfia os pés na poça de sangue, se aproxima e, com a ponta dos dedos, ergue a cabeça, puxada pelos cabelos.

A cabeça escapa, cai no chão, mas é erguida novamente e colocada ao lado das outras duas. Os presos mantêm o clima de comemoração.

A câmera se aproxima e foca as cabeças bem de perto. Os três parecem ter sido torturados antes de terem as cabeças cortadas. Há marcas de cortes no rosto e por todo o corpo, que parecem ter sido feitas com facas e estiletes.

A câmera segue filmando. Gira e mostra corpos e cabeças de diferentes ângulos. Um dos presos, já descalço, coloca o pé sobre um dos corpos, em sinal de domínio sobre os inimigos.

Neste momento, o vídeo, que traz à tona o cenário de caos no sistema penitenciário do Maranhão, chega ao segundo minuto.

Um dos presos se abaixa, pega uma das cabeças e a gira em direção à câmera.

“Filma aí esse maldito, desgraçado”, diz um deles sobre um dos decapitados, com aparelhos nos dentes e o rosto todo riscado. “Vira de lado, vira de lado”, pede outro.

Nenhum rosto aparece no vídeo. Mas o chão molhado, de água e de sangue, permite visualizar, no reflexo, uma meia dúzia de presos.

Segundo o governo do Maranhão, que não quis comentar as imagens, as três mortes foram resultado de uma briga entre membros da mesma facção criminosa.

A maior rivalidade no complexo, porém, é de presos da capital versus presos do interior do Estado. Eles formam duas facções diferentes.

Essa rivalidade é citada em relatório do CNJ (Conselho Nacional de Justiça), que conclui que o governo tem sido incapaz de coibir a violência.

Foi de dentro do complexo que saíram as ordens para os atentados ocorridos no último final de semana.

O relatório cita a superlotação de Pedrinhas (com 1.700 vagas, abriga 2.500) e relata casos de estupros de mulheres que entram no presídio para visitas íntimas.
 

15 comentários:

  1. olá Rilton..já pensou em enviar este video p a ONU?

    ResponderExcluir
  2. o vídeo completo nao foi publicado?

    ResponderExcluir
  3. bandidos merecem é isso mesmo pena que não fazem isso com todos.Tem é que matar essas desgraças mesmos porque so assim talvez alguns desistam da bandidagem e vai viver uma vida honesta,aqui quem escreve esse comentario e um cidadão que se envergonha de ser brasileiro, revoltado com o governo do pais que não toma providencias para nada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. meu amigo te apoio pois isso é uma vergonha de país

      Excluir
  4. porra de direitos humanos pra esses vermes tem q jogar uma bomba nesse inverno e acabar com isso tudo.....ou então queimar esse monstros que pra sociedade não é nada...e nem vai fazer falta...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. parceiro esse tal de direitos humanos só serve pra proteger bandidos, pra nos cidadaos de bem nao funciona. Um cara desses ai entra na nossa casa barbariza com nossa familia ai aparece um filho da puta de um advogado pra defende-lo, de uma coisa tenho certeza que enquanto nós eleitor contiuiar votando em politico corrupto isso nunca vai acabar. vamos dar resposta é na urna

      Excluir
  5. isso é cruel, porém eles fizeram por merecer, quem entra na bandidagem não merece ser chamado de cidadão, eu só lamento pelas vidas de muitos inocentes que esses miseráveis tiraram...
    porém se eu fosse uma pessoa que tivesse status como o poder publico eu jogava uma bomba naquele inferno que é pedrinhas, e acabavam com a vida de todos só de uma vez só..... BUM BUMBUM BUM

    ResponderExcluir
  6. vcs nao tem esse video completo eu tinha visto o mesmo video com mais ou menos tres minutos eles ate arracavam a cabeça do terçeiro homem e colocava ela junto com as outras duas que estao no corpo de um deles mas nao to consseguindo mais acha o video

    ResponderExcluir
  7. EU ACHO UMA BARBARIDADE ELES FAZEREM O QUE FEZ E POSSTAR NA INTERNET

    ResponderExcluir
  8. uma dia pode ser um filho ou um neto de vcs nesta situação, ai eu quero vê se vcs irão desejar isso pra ele tmb, ninguém é santos neste mundo somos todos pecadores, quem são vcs para julgar alguém ?

    ResponderExcluir
  9. bandido bom é bandido morto. Tem que preservar os trabalhadores em nosso país. Um custo a menos para nós, pessoas do bem e honestas.

    ResponderExcluir
  10. Meu deus direitos humanos tem porra nenhua

    ResponderExcluir
  11. Acho lamentável certos cometários sobre,os presos,sem querer justificar qualquer ato de criminalidade,só que todos são generalizados como monstros,porém la existe e " casos e casos" hoje se uma pessoa rouba uma galinha desce pra pedrinhas,e posto com outras pessoas que cometeram crimes cruéis,a culpa de muitas dessa situações é nossa constituição e sistemas prisionais que não funcionam como deveriam,quando a pessoa tem um conhecido ou até mesmo um parente nesta situação de preso e você passa a conhecer como funciona o sistema lá dentro, e como é pior do que vc pensa e houve falar,você pensa até mesmo antes de falar qualquer coisa a respeito,porque muitas vezes falta palavra pra demonstrar tanta indignação,até porque só fica preso mesmo quem não têm dinheiros para dá aquele jeitinho,cada um deveria ser penalizado conforme a gravidade de seu crime,mas não é assim que funciona.infelizmente.

    ResponderExcluir
  12. Ministro-Chefe da SECOM/PR: Secretaria de Comunicação da Presidência da República - EDINHO SILVA - posa para fotos e grava mensagem destacando a importância da valente e guerreira campanha Droga Mata & Esporte Salva. VEJA: https://youtu.be/NqEt8UEDHR8

    ResponderExcluir