segunda-feira, 25 de junho de 2012

Núcleo Sindical dos Professores de Paço do Lumiar cobram Direito a Reajuste.


O Núcleo Sindical, com seu consultor de assuntos jurídicos, após vários estudos chegaram a conclusão de que o direito ao reajuste de 15,85% referente ao aumento do Fundeb ano 2011 é para todos os Professores que trabalharam no ano em questão.

O Núcleo Sindical iniciou uma campanha de cobrança via Justiça para o pagamento deste direito ao Profissional, que sofre diante uma Gestão Municipal que não respeita leis vigentes.

A Campanha compete em Ações individuais, que tem como autor o Professor que se sinta prejudicado. 

CONSIDERAÇÕES:

TODOS os Professores da rede municipal de Paço do Lumiar estão prejudicados (no prejuízo). Mas a Direção do Núcleo Sindical não entende o "porque" destes Profissionais ficarem parados, mesmo depois de todo o esforço e empenho que esta Diretoria tem buscado e lutado juntamente com parceria sérias (MPE, MPF, Conselho Tutelar e outros Sindicatos) pelo cumprimento e efetivação dos Direitos já conquistados.

E INFORMAMOS: Já foi dado o ponta pé inicial, e o primeiro grupo já está com seus documentos sendo ajuizado a Ação de cobrança de direito ignorado (Reajuste do fundeb/2011 de 15,85%);

Os Professores em Paço do Lumiar estão em estado de inércia e/ou sonolentos, depois de ameças de serem demitidos em massa, sofrerem represárias e outros pela atual Gestão Municipal; 

OBS.:

QUEM PODE REALIZAR ESTA AÇÃO?
TODOS OS PROFESSORES CONCURSADOS!

OBS.: Os Professores do último Concurso também podem participar e devem, pois seus Salários quando assumiram já estava defasado. 

Para saber quais documentos são necessários (clique aqui

NOTA: Os Professores do último Concurso deverão apresentar as cópias dos seguintes contra cheques (março e abril de 2011 e março de 2012). 

Saudações Sindicais e um forte abraço.

                  PARTICIPE SE INFORME E DIVULGUE! 
                       Gestão A CONQUISTA É DE TODOS!
                                           - A DIREÇÃO -

Nenhum comentário:

Postar um comentário